segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Pitaqueiros do PITACO MODERNO, fazem jus ao nome!

Recebemos no dia de Hoje um e-mail do Blogger nos notificando da necessidade da retirada do ar da postagem sobre o resultado da Garota Gamer 2010 . Não fomos os Primeiros e nem os Únicos a repassar  informações da Net.  Importamos a matéria na íntegra do "Pitaco Moderno", e como sempre, divulgamos os devidos Créditos da  Fonte Primária. Contudo, a MESMA se sentiu ofendida e demonstrou desconhecer o trabalho e os propósitos de nosso Portal, solicitando assim, junto ao Blogger, a retirada do referido post. Reescrevi o Texto e refiz o post - mantive apenas algumas fotos que pesquei no Google Imagens.
Reproduzimos alguns Trechos do e-mail recebido a seguir (BP):

Blogger foi notificado, de acordo com os termos do Digital Millennium Copyright Act (DMCA), que um determinado conteúdo em seu blog é acusado de infringir os direitos autorais de terceiros. (...)
O aviso que recebemos, todas as informações de identificação pessoal, será publicado on-line por um serviço chamado Chilling Effects em http://www.chillingeffects.org . Fazemos isso de acordo com o Digital Millennium Copyright Act (DMCA). Você pode pesquisar a notificação DMCA associada à remoção do seu conteúdo, indo para a página de pesquisa Chilling Effects em http://www.chillingeffects. org / search.cgi , e entrando na URL do blog que foi removido. Se é trazido à nossa atenção que você republicado o post sem remover o conteúdo / link em questão, então vamos apagar seu post e contá-lo como uma violação da sua conta. Repetidas violações aos nossos Termos de Serviço pode resultar em novas medidas de reparação tomadas contra sua conta do Blogger, incluindo exclusão de seu blog e / ou terminar sua conta. Se você tiver dúvidas sobre a notificação, você deve manter o seu próprio advogado.

VIVA VIVER divulga os quadrinhos potiguares


A produção de quadrinhos papa-jerimum vem ganhando novo fôlego com o surgimento de uma nova geração de quadrinistas. Entre desenhistas, roteiristas, arte-finalistas e coloristas, há pelo menos duas dezenas de artistas dedicados à produção de HQs no Estado. E esse pessoal não está pra brincadeira. É o que você vai ver nesta matéria especial.


O GRUPEHQ E A MATURI


Breve histórico dos quadrinhos no RN


Até onde se sabe, a história dos quadrinhos em Natal começou a ser escrita em 1971. Nesse ano, desenhistas, ilustradores, roteiristas e colecionadores potiguares se uniram e fundaram o Grupo de Pesquisa de Histórias em Quadrinhos (Grupehq). Fruto dessa junção de talentos, nasceu a revista Maturi, que depois de algumas idas e vindas, em uma história que tem quase 40 anos, voltou a ser publicada com maior regularidade em 2010, em formato maior, com novo design, cor e histórias que falam da cultura potiguar - característica principal da HQ.


ROMPENDO FRONTEIRAS

Potiguares que têm se destacado no cenário nacional e internacional

Gabriel Actraiser está fazendo sucesso nos EUA. Além de ser um dos desenhistas da série em quadrinhos Aliens, da Dark Horse, também é responsável pela arte da revista Die Hard - Year One, quadrinhos sobre os primeiros anos do tira John McClane, do filme Duro de Matar.

Wendell Cavalcanti está trabalhando em sete HQs norte-americanas, entre elas The Aadventures of Paula Peril, do Atlantis Studio, e The Invisible Scarlet O'neil, famosa personagem de tirinhas dos jornais norte-americanos da década de 1950, que está sendo repaginada pela New Legend Productions.

Williandi Albuquerque é um dos participantes da coletânea MSP + 50, segundo título em homenagem aos 50 anos de profissão do Mauricio de Sousa, pai da Turma da Mônica.

Wanderline Freitas, Milena Azevedo e Wendell Cavalcanti tiveram HQs selecionadas para a revista Subversos, coletânea nacional que publica histórias com a temática “cotidiano urbano”.

A heroína Cabala, criação de Miguel Rude e Lula Borges, teve aventuras publicadas na revista Grandes Encontros, coletânea de histórias com super-herois brazucas.

A jovem Giovana Leandro é artista certificada internacionalmente pela Manga University (Faculdade de Mangá japonesa).

QUADRINHOS NA REDE
Os quadrinistas também descobriram a internet como meio de dar visibilidade às suas produções

K-ótica - Webcomic capitaneada por Marcos Guerra, conta com a participação dos desenhistas Victor Negreiro, Leander, José Denilson, César Silva e Jansen Baracho. Já saíram seis edições. Onde baixar:www.revistacatorze.com.br

SOQ! (Só Quadrinhos!) - Revista virtual criada pelos integrantes da ABAS/República dos Quadrinhos. Onde baixar:http://www.4shared.com/document/aRviEtwZ/soq_1.html

Amostra Grátis - Webcomic que reúne a produção de tirinhas dos integrantes do site Tirando Uma! (tiranduma.blogspot.com), mantido pela ABAS/República dos Quadrinhos. Onde baixar:http://www.4shared.com/document/IoDX8Ru6/origami.html

Mundo HQB - Revista virtual editada por Francinildo Sena, foca exclusivamente o quadrinho nacional. Traz matérias, entrevistas e histórias em quadrinhos com herois brazucas. Onde baixar:http://www.4shared.com/file/JyH_blrR/MUNDO_HQB_N7.html

QUADRINHOS NO PAPEL
A internet ainda não pôs fim à forma tradicional de publicar HQs

Guerreiro das Dunas - vol.1 - Primeira parte da HQ que reconta a chegada dos portugueses ao RN, mas do ponto de vista dos índios potyguara. Em formato graphic novel, é uma ficção histórica, com pesquisa e roteiro de Emanoel Amaral e arte de Watson Portela, Márcio Coelho e Gilvan Lira. Custa R$ 15 e pode ser adquirida pelo e-mail:marciojcoelho@hotmail.com  

Maturi - Até o momento foram publicadas três edições da nova revista Maturi, organizada pelo Grupehq, apresentando os novos talentos do quadrinho potiguar. Cada edição custa R$ 5 e pode ser adquirida pelo e-mail: marciojcoelho@hotmail.com 

Brado Retumbante - HQ que reuniu talentos potiguares e pernambucanos, com histórias de ação e aventuras. Foram publicadas cinco edições, com preços que variam entre R$ 3 e R$ 4. Podem ser adquiridas pelo e-mail: reverbo2000@gmail.com .

The Negão - O personagem - um cara patola, bronco, que adora cachaça e se mete em roubadas incríveis - foi criado no final dos anos 90 por Eduardo Kowalevski. Foram publicadas duas edições, mas a primeira está esgotada. A segunda custa R$ 3,25 e pode ser adquirida pelo e-mail:ghermetica@gmail.com 

GIBITECA POTIGUAR
Na Zona Norte, um cantinho especial para as HQs

Cinco mil exemplares, entre mangás, graphic novels, formatinhos e clássicos compõem o acervo da Gibiteca Potiguar, inaugurada no dia 15 de abril de 2008 na Biblioteca Prof. Américo de Oliveira Costa, no conjunto Santarém. A Gibiteca abre das 13h às 22h, de segunda à sexta. Tel. 3232 7396 e 3232 7397.

*Milena Azevedo é colaboradora do Guia Cultural Solto na Cidade

Assista ao comercial do musical Spider-Man - Turn Off the Dark

 
Por Sérgio Codespoti - UHQ 
Spider-Man - Turn Off the Dark é um musical dirigido por Julie Taymor, baseado nas aventuras do Homem-Aranha.
O espetáculo teve diversos atrasos na produção e trocou muitas vezes de protagonistas. O elenco inclui Reeve Carney, Jennifer Damiano, Natalie Mendoza, Matthew James Thomas, Patrick Page e Michael Mulheren.
As músicas são de autoria de Bono Vox e The Edge, da banda U2.
A primeira sessão de preview ocorreu em 28 de novembro e o musical estreará em 11 de janeiro de 2011.
Assista abaixo ao comercial de TV do espetáculo:

Coelho Osvaldo estreia em HQs Disney aos 83 anos!

Por E. Rodrigues & José Rivaldo Ribeiro - Planeta Gibi
A edição de Topolino da semana que entra é absolutamente histórica: aos 83 anos de criação, o Coelho Osvaldo estreará nos quadrinhos Disney. O personagem criado por Walt Disney para animações da década de 1920 teve seus direitos sob a guarda da Universal até 2006. Walter Lantz, criador do Pica-Pau, assinou diversas animações e quadrinhos do personagem ao longo de anos, tanto em uma versão redesenhada quanto na mais clássica, com traço próximo do de Mickey Mouse.



Topolino #2870 (24/nov/10) traz três HQs com Coelho Osvaldo, roteirizadas por Peter David e desenhadas por Claudio Sciarrone. A capa referencia o game Epic Mickey. A produção, da Disney Global Publishing, é uma espécie de preâmbulo para a adaptação oficial em quadrinhos de Epic Mickey (esta, a cargo do próprio designer do game, Warren Spector, e também por Peter David, de Hulk, Homem-Aranha e Star Trek).

A Editora Abril deve lançar por aqui um especial com essas histórias no formato original da Disney Global — americano ou magazine; a confirmar.


Assinado por Walter Lantz, o criador do Pica-Pau, Osvaldo ganhou traço completamente diferente do original. Acima, página de HQ publicada pela Abril em O Melhor do Pica-Pau, que entre 1990 e 1998 basicamente republicou, em 101 edições, as histórias que a mesma editora lançara em O Pica-Pau (1973-1998, 93 números).


Quando a Editora Atlantis lançou uma nova série do passarinho maluco, em 2001, o Coelho Osvaldo ressurgiu (mal) desenhado, ao seu estilo original — um tanto parecido com Mickey Mouse da década de 1920 e 1930, ou seja. Abaixo, capas de gibis de Pica-Pau com HQs do coelho.

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Fiapo e La Peña tem lançamento na HQMix Livraria

 

Por Sidney Gusman - UHQ

Fiapo e La Peña (formato 20,5 × 27,5 cm, 56 páginas em preto e branco, R$19,90), álbum nacional escrito e desenhado por Danilo Fonseca, que chegou este mês às livrarias e comic shops, pela Devir, terá um lançamento na HQMix Livraria (Praça Roosevelt, 142 - Centro), em São Paulo, no dia 26 de novembro, a partir das 17 horas.
Danilo Fonseca, um veterano do mercado de animação que faz sua estreia numa publicação solo de quadrinhos, estará no local autografando e conversando com os presentes.
O álbum traz várias histórias curtas, ambientadas no mundo do crime, estreladas pelo garoto Fiapo e o corpulento La Peña.
Para conferir um preview da edição, clique aqui
 

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Webcomics: uma grande vitrine para a divulgação de seu trabalho!

Recebemos algumas críticas por estarmos investindo inialmente no lançamento massiço em publicações virtuais, as chamadas webcomics. Bem, para os desavisados, essa não é uma tendência nova, tão pouco nós somos os precursores. A Nona Arte foi uma das pioneiras em nosso país e hoje outras Associações de vulto á nível nacional também recorrem para esse formato barato, viável, de longo alcance e fácil aceitação. Confiram aí:(BP)

Quadrinistas lançam revista virtual em SP

revista Picles numero zero


A AQC-ESP (Associação dos Quadrinhistas e Caracaturistas do Estado de São Paulo) disponibilizou para download gratuito em seu blog a edição nº 0 da revista PICLES, em formato PDF, que conta com a participação de 27 cartunistas.
Publicado em 24.11.2010

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Quadrinhos na Julio Prestes

Por:Luiz Felipe Orlando -Época S. paulo
Alguns personagens a gente nunca esquece: o Mickey, o Pato Donald, o Super-Homem, o Snoopy, A Turma da Mônica. A mostra “A História das Histórias em Quadrinhos” traz estas e outras figuras de séries antigas à estação Julio Prestes, da CPTM.
HQs na estação: A mostra traz personagens que marcaram a infância de várias gerações
A exposição, que tem curadoria de Álvaro Moyá, relaciona a arte das HQs ao contexto histórico da criação de cada uma, além de mostrar detalhes dos traços dos desenhos e o argumento de cada desenhista na hora de criar sua história. A trajetória dos quadrinhos – de tirinhas de jornais a revistas próprias – também é abordada nos 18 painéis que compõe a mostra.
Depois da Julio Prestes, onde fica até dia 8 de dezembro, a exposição vai para outras duas estações: José Bonifácio (Linha 11-Coral) e Itaim Paulista (Linha 12-Safira). O ingresso é o próprio bilhete do trem.
“História das Histórias em Quadrinhos” – Estação Júlio Prestes, Praça Júlio Prestes, nº 148, Bom Retiro. Até 8/12. Dom. a sex. 4h/0h; Sab. 4h/1h. R$ 2,65

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Angelina Jolie em quadrinhos

Vida da atriz será contada em revista lançada em janeiro de 2011

Por Maria Beatriz Gonçalves - CRIATIVA 
Jovem rebelde, atriz vencedora do Oscar em 2000, embaixadora da ONU, mãe de seis. A vida de Angelina Jolie já rendeu vários livros, mas faltava uma versão em HQ para fazer jus à história inspiradora e agitada da eterna Lara Croft, personagem do game Tomb Raider.
Foto:    Reprodução
Livro retrata a bela como defensora dos direitos humanos, mãe incansável e atriz talentosa
O escritor Brent Sprecher transformou a atriz em personagem de história em quadrinhos para contar sua trajetória desde antes da fama até os dias de hoje. A revista de 32 páginas é parte da coleção Female Force da Bluewater Comic Books, que já contou a biografia de outras mulheres fortes como a primeira-dama americana Michelle Obama e a Princesa Diana.
O lançamento está previsto para janeiro de 2011, mas já é possível fazer pré-encomendas pelo site da Amazon.

Esta é pra ter na estante, companheiro!

Revista em quadrinhos com a trajetória do presidente Lula está nas bancas

Por Marcelo Naranjo - UHQ
Está nas bancas a revista em quadrinhos Lula
– Luiz Inácio Brasileiro da Silva (formato 27,5 x 20,5 cm, 48 páginas, R$ 4,95).
A revista faz parte da série História do Brasil em Quadrinhos, e é um lançamento da editora Sarandi.
O leitor confere a trajetória de vida de Lula, desde sua infância, passando pela ditadura até a chegada ao cargo mais importante do Brasil.
A obra tem roteiro de Toni Rodrigues e arte do veterano mestre dos quadrinhos nacionais Rodolfo Zalla.
No final da HQ, consta uma mensagem do presidente para os leitores.

sábado, 20 de novembro de 2010

Veja fotos da exposição de Milo Manara

O desenhista italiano Milo Manara veio ao Brasil para divulgar a exposição Uma Vida Chamada Desejo, localizada no espaço cultural Oswald de Andrade, no centro da cidade, e que fica em cartaz até 11 de dezembro. Com 100 obras originais expostas, entre ilustrações e pinturas a óleo, a mostra percorre as HQs de Manara através das belas mulheres que ele costuma retratar.
Entre as ilustrações, estão a Saga dos Borgia, roteirizada pelo artista Alejandro Jodorowsky, e Pandora, desenhada em parceria com o escritor Vincenzo Cerami e inédita no Brasil
A exposição também traz esboços de ambientes e personagens que Manara desenhou para Barbarella, filme hollywoodiano de 1968, e mais 20 peças de storyboard de A Viagem de G. Mastorna, criadas para o roteiro original do cineasta italiano Federico Fellini.
O desenhista afirmou que o parente mais próximo dos quadrinhos é o cinema, inclusive as animações, e cita o filme A Doce Vida, também de Fellini, como grande influência em sua obra.
Sobre seu trabalho erótico às vezes se confundir com pornografia, o desenhista diz que não existe uma linha que divide esses dois conceitos, pois são mutantes e difíceis de definir.
Apesar de todo o prestígio, o desenhista revelou que, por causa do erotismo de seu trabalho, muita gente já o acusou de oportunismo.
Conhecido por desenhar mulheres com corpos esculturais, Manara também revela que não se inspira em uma específica, mas que já usou a beleza de Nicole Kidman como modelo.

Fonte: R7 

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Artista Reúne Trilhas de Abertura de Desenhos

Por Carla Gomes - Na TV

Medley Desenhos Artista Reúne Trilhas de Abertura de Desenhos
Há algum tenpo, o sueco Fredik Larsson fez um grande sucesso entre os fãs de série ao juntar a trilha das principais aberturas em um único vídeo. E agora foi a vez de os desenhos ganharem um medley do artista.
Começando com o tema de Ducktales; que contava história de Tio Patinhas, Pato Donald e seus sobrinhos, além de Capitão Boing; passando pelo clássicos Thundercats, Família Adams, As Tartarugas Ninja e ainda Ursinhos Gummi e Flinstones; o novo vídeo passeia pelos programas infantis através das canções de 28 diferentes animações.
Além dessas, do mundo da tevê, o músico já se arriscou também ao juntar 32 canções clássicas em apenas 8 minutos. Acompanhe as novas versões abaixo e a lista com todas os cartoons a seguir:
Ducktales – Tartarugas Ninja – Animaniacs – Inspetor Bugiganga – Os Caça Fantasmas – Digimon – Darkwing Duck – ThunderCats – Raggy Dolls – Esquadrilha Parafuso – A Família Addams – Bamse – Smurfs – Ursinho Pooh – Denver, o Dinossauro – O Laboratório de Dexter – BraveStarr – Tico & Teco e os Defensores da Lei – Tiny Toon – Ursinhos Gummi – The Moomins – Sonic – Meu Pequeno Pônei – Os Flintstones – Transformer – Dr. Snuggles – Pato Donald

MUNDO HQB de Francinildo Sena divulga a SOQ!

Se você ainda não leu a SOQ # 3, clique aqui!

Bigorna divulga a SOQ #3!

Se você ainda não leu a SOQ #3, clique aqui!

terça-feira, 16 de novembro de 2010

1963: uma série que marcou época e virou história - Parte 2 de 2

Por Wellington Srbek

Reunindo uma equipe renomada que, além de Steve Bissette e Rick Veitch, contava com Dave Gibbons e John Totleben, entre outros, 1963 estreou com estardalhaço. Quando chegaram às lojas em 1993, Mystery Incorporated, The Fury, Tales of the Uncanny, Tales from Beyond, Horus e Tomorrow Syndicate traziam de fato algo que, se não era exatamente “novo”, era na certa inovador. Com personagens inspirados nos heróis Marvel tradicionais (Quarteto Fantástico, Hulk, Homem-Aranha, Thor, etc.), as revistas imitavam os estilos de desenho, diagramação e colorização dos anos 60 (proposta criativa que seria repetida com perfeição na revista Tomorrow Stories Special n°2); a imitação era tão completa que Moore produziu editoriais, seções de cartas e até anúncios publicitários de época (neste caso antecipando o que faria em 1999 na minissérie The League of Extraordinary Gentleman).O fato é que toda a concepção de 1963, da criação à edição, tinha como modelo as revistas clássicas criadas por Stan Lee, Jack Kirby, Steve Ditko & Cia. Deixando de lado seus roteiros extensos e absurdamente detalhados, o “Afável Al Moore” se inspirou no chamado “Método Marvel”, escrevendo apenas indicações gerais para os desenhistas e trabalhando os diálogos após as páginas serem desenhadas. Mas, para muitos, a imitação do tom bombástico dos editoriais dos anos 60 e mesmo a forma pomposa como os nomes dos autores aparecem nos créditos das HQs, resultou mais numa autopromoção de Moore, do que propriamente numa homenagem aos quadrinhos clássicos. Chamadas às vezes de pastiches dos quadrinhos da Marvel, as seis edições da minissérie variam em qualidade, algumas aproximando-se mais, outras menos, da proposta estética que as originou.Desenhada por Veitch e arte-finalizada por Gibbons, Mystery Incorporated sustenta-se como uma boa releitura do Quarteto Fantástico (apesar das similaridades com a revista Doom Patrol n°53, criada por Grant Morrison e Ken Steacy um ano antes). Maior destaque vai para o traço “Steve Ditko” da HQ com o personagem Hypernaut e o traço “Jack Kirby” da história com N-Man, ambas desenhadas por Bissette (para as revistas Tales of the Uncanny e Tales from Beyond, respectivamente). Pelo conjunto, a melhor revista é Horus – Lord of Light, que substituiu a mitologia nórdica do Thor da Marvel pela mitologia egípcia, num ótimo roteiro de Moore, desenhado por Veitch e Totleben. As demais histórias deixam a dever, embora a minissérie conte ainda com uma boa edição final, que reúne os diversos personagens e estabelece uma ponte para o “Universo Image” de 1993, anunciando o “Anual Gigante” que reuniria passado e presente.Essa edição especial de oitenta páginas completaria a proposta estética de 1963, contrapondo os ingênuos heróis do “passado” aos violentos e sombrios personagens dos anos 90. Entretanto, as coisas começaram a dar errado e a já controversa minissérie acabou tendo um final tumultuado. Uma vez que envolveria os principais personagens da Image (Spawn, Wild C.A.Ts., Youngblod, etc.), o “Anual Gigante” precisaria contar com a participação de seus criadores (Todd McFarlane, Jim Lee, Rob Liefeld, entre outros), que na época já não se entendiam muito bem. Além disso, teria faltado empenho de Moore no final, uma vez que a minissérie já havia resolvido seus problemas financeiros e que o esperto Todd McFarlane o havia contratado (a peso de ouro, segundo consta) para produzir uma HQ do Spawn e em seguida as minisséries Violador e Feudo de Sangue (alguns dos piores trabalhos assinados pelo roteirista inglês). Numa trajetória que envolveu disputas e trapaças, o “Anual Gigante” acabou não sendo realizado e, como efeito colateral, Moore rompeu seu contato com Bissette. Mais tarde, os direitos autorias sobre os personagens de 1963 foram divididos entre os três autores principais, num acordo que inviabilizaria a republicação da minissérie (até o momento). Mas, apesar dos problemas e controvérsias, a incompleta minissérie cumpriu seu papel, inaugurando o subgênero das revistas de super-heróis retrô e das recriações metalinguísticas (linha seguida pelo próprio Moore na sua brilhante fase à frente da série Supremo, que transformou um plágio do Super-Homem numa homenagem metaficcional às HQs clássicas do herói). Muito comentada e imitada nas décadas que se seguiram, 1963 deu início a uma nova fase, em que os quadrinhos de super-heróis se voltaram ao passado para reencontrar seu caminho.

Prismarte # 54

Por Matheus Moura - Bigorna.net

A Pada - Produtora Artística de Desenhistas Associados
, lança a nova edição da Prismarte # 54 (54 páginas, miolo p/b, formato meio ofício, R$ 6,50 com frete), com o tema Drama e Humor. Nesta edição destaque para as HQs de Nestablo R. Neto, com Zen; Marcelo Schimitz em parceria com Milson Marins e Arnaldo Luiz, em Amaro Camarajipe; Luciano Oliveira, com Manisfesto; Laz Muniz, em Silêncio e Outro; Daniel Brandão e A Aposta; Leonardo Santana e Wilski, em Dois Josés; e Flávio Calazans, com A Canção do Centauro.
Nas matérias, Gian Danton discorre sobre Alan Moore em O Monstro do Pântano; Alexandre Lobão continua o Curso de Roteiro com 7 Dicas para Fugir dos Clichês; Luke Oliver comenta sobre trabalhos e projetos futuros numa entrevista exclusiva; e Sandro Marcelo conta como foram as oficinas de quadrinhos do grupo durante o evento Dos Quadrinhos para as Telonas 5.
Os editores aproveitam e avisam sobre os futuros lançamentos da PADA, sendo eles: Faroeste, programado para Dezembro de 2010; edição de Aniversário (8 anos) da Prismarte, em Janeiro 2011, Aventura, em Março; Ditadura no Brasil, Maio; Humor e Drama, Julho; Brasil na Segunda Guerra Mundial, em Setembro; Faroeste, em Novembro; e Contatos Imediatos e Abduções no Brasil, em Janeiro de 2012.
Para adquirir a Prismarte #54 basta encomendar pelos e-mails prismarte@prismarte.com.br (Milson Marins) ou josevalcir@yahoo.com.br (José Vacir) ou pela Bodega do Leo aqui.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Lóg, Homo Sapiens Profissional, PROCLAMA A REPÚBLICA DO HUMOR!

Chegou o "LÓG: HOMO SAPIENS PROFISSIONAL" do paranaense Vilson. Com um traço limpo, mas com um discurso ora divertido, ora reflexivo, Lóg é um achado e uma das grandes pérolas que compõem o panteão do Tirando Uma e da República dos Quadrinhos. Esta edição traz o primeiro lote de peripécias do personagem. É possível perceber claramente a evolução do traço de Vilson e a adequação para novos ritmos narrativos: de contos em duas partes para hqs fechadas.
Para quem não conhece Lóg, esta é uma excelente oportunidade de fazê-lo e pra quem já conhecia a fera é a chance de ter seus primeiros passos imortalizados e guardados com carinho em sua casa (ou PC, como queira).
Esta foi a edição do AMOSTRA GRÁTIS que foi concluída no menor período de tempo (2 dias) e que apresentou ao meu ver, o melhor acabamento até o presente momento. O design da capa e a diagramação ficaram por minha conta e fiquei muito feliz com o resultado final, espero que vocês também fiquem. Para baixar Lóg, clique aqui!

domingo, 14 de novembro de 2010

MAURÍCIO, assim você encabula a gente!

Depois do site oficial da PANINI nos brindar com a menção ao nosso Portal como referência de informação, agora foi a vez da Turma do Maurício de Sousa. Pôxa, gente, valeu mesmo, pela força!Pia: (BP)
14/11/2010 13:59:53

Rio Comicon: Mauricio de Sousa planeja nova revista de quadrinhos


Por Lívia Brandão - 14.11.2010
Mauricio de Sousa chegou mais cedo à Rio Comicon. Escalado para falar sobre a sua obra às 15h40m deste domingo, o pai de Mônica e Cebolinha era visto pela Estação da Leopoldina desde a noite de sábado. O motivo era nobre: fã de Milo Manara, Mauricio quis assistir à palestra do desenhista italiano. Em um espaço reservado para os autores, enquanto via o mestre dos quadrinhos eróticos desenhar uma de suas beldades no sutiã da apresentadora Pietra Principe, do programa "Papo calcinha" do Multishow, Mauricio fez piada.
- Autor infantil não entra nessa... - suspirou, sendo endossado por Ota.
- É, você não pode!
- Mas eu já sou maior de idade! - brincou Mauricio, para depois assinar comportadamente a manga do blazer da moçoila.
Perguntado sobre o que acha da nova geração de quadrinhistas brasileiros, dos quais muitos dizem ter ingressado neste mundo por influência da "Turma da Mônica", Mauricio preferiu não citar nomes.
- Gosto de qualquer manifestação quadriculada. Nos quadrinhos você é dono do mundo, do futuro, do passado, das emoções, você é Deus. No projeto "MSP 50" a gente pinçou novos artistas dos quadrinhos e fiquei impressionado com a qualidade técnica deles - disse, para acender uma esperança para este crescente, mas ainda necessitado mercado - Estou até planejando lançar uma revista periódica para publicar trabalhos desses novos quadrinhistas. Mas isso é para o futuro, ainda não tem nem nome.
Veículo: Site República dos Quadrinhos
Publicado em: 14/11/2010 - 13:59


sábado, 13 de novembro de 2010

Obama o Super-Marketeiro!





NUNCA ENTENDI ESSE FETICHE NORTE AMERICANO PELA FIGURA DE UM PRESIDENTE.DEVE SER LEGAL VIVER EM UM PAÍS ASSIM.ONDE POLÍTICOS PODEM SER HERÓIS!!!
Obs: Foi mal, Kardion, mas num país que teve criaturas como Bush Pai & Bush Filho! Ronald Reagan! Nixon... E o Bill "abre alas que meu bilau quer passar" PINTON... "heróis", não seria a primeira palavra que me viria a mente!(BP)
                                                                                                              

Mostra de desenho e ilustração teve início ontem em S.André e se extende até fevereiro


Fonte: Jornal ABC Repórter


A evolução nos traços de aprendizes estará exposta a partir de amanhã na Gibiteca de Santo André, localizada no Paço Municipal. A Mostra de Desenho e Ilustração é fruto da oficina ministrada pelos artistas-educadores Paulo Mansur e Alex Borges nas dez unidades da Rede de Bibliotecas de Santo André durante o ano de 2010.
A iniciativa se deve ao grande sucesso das aulas, realizadas uma vez por semana ao longo de seis meses em cada local. Os visitantes poderão conferir 51 obras feitas por participantes de todas as idades, demonstrando a evolução dos desenhistas, desde os primeiros movimentos até aqueles que já conseguem desenvolver um trabalho com mais técnica.
"A aceitação desse trabalho foi tão boa que, para o próximo ano, a ideia é divulgar os desenhos por toda cidade, levando-os para outros bairros de Santo André", explicou a gerente de Bibliotecas Gláucia Lanzoni. A exposição vai até fevereiro de 2011, de segunda-feira a sábado, das 8h às 18h, com entrada franca.
Trabalhos podem ser conferidos até fevereiro de 2011

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

II EDITAL MECENAS DO CEARÁ

A Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) anuncia a abertura de inscrições para o II Edital Mecenas do Ceará, a partir do dia 07 de dezembro de 2010. O processo de seleção objetiva regulamentar o procedimento de inscrição, avaliação e julgamento dos projetos culturais apresentados à captação de recursos através do Mecenato Estadual em consonância com os preceitos da legislação estadual de incentivo à cultura. O edital terá recursos na ordem de R$ 4.788.000,00 (quatro milhões setecentos e oitenta e oito mil reais), que se dará através do repasse de até 2% do ICMS oriundos da arrecadação das empresas do Estado do Ceará.
Leia o edital em www.secult.ce.gov.br

O edital apoiará programas, ações e projetos artístico-culturais apresentados por pessoas físicas ou jurídicas e que tenham por objetivo o fortalecimento do setor cultural cearense e a promoção do desenvolvimento social e econômico do Estado do Ceará, cuja execução esteja prevista para iniciar entre o período de janeiro a abril de 2011. As propostas devem abranger as áreas de artes visuais e fotografia, audiovisual, teatro, dança, circo, música, arte digital, literatura, livro e leitura, patrimônio material e imaterial, artes integradas (projetos, ações e programas que contemplem mais de uma linguagem artística).

Os projetos serão avaliados pela Comissão Estadual de Incentivo à Cultura – CEIC, passando por etapa de análise dos documentos; avaliação técnica dos projetos; e análise de mérito. Além de democratizar o acesso aos investimentos em cultura no Estado, o edital também facilita a vida dos investidores da cultura cearense, pois eles têm acesso a lista única de projetos aptos a captação – que será publicada no Diário Oficial - podendo assim optar, em uma única vez, pelos projetos que mais condizem com sua política corporativa.

Categorias – Os proponentes podem se enquadrar nas categorias de doação (onde 100% do valor fornecido pela empresa será deduzido do ICMS), patrocínio (80% é deduzido do ICMS da empresa) e investimento (50%). Os proponentes pessoas jurídicas de direito privado, com fins econômicos, entretanto, somente poderão captar nas modalidades patrocínio e investimento.

Aos candidatos – Neste edital, um mesmo proponente poderá inscrever até duas propostas. No entanto, somente uma poderá ser contemplada, cabendo ao CEIC optar entre os projetos eventualmente selecionados. A ficha de inscrição está disponível no site da Secretaria da Cultura (www.secult.ce.gov.br), no link Editais, e deve ser preenchida e enviada ao Setor de Protocolo da Secult (Centro Administrativo Governador Virgílio Távora (CAMBEBA) - Av. Gal. Afonso Albuquerque Lima, S/N) até o dia 21 de janeiro de 2011, no horário de 08h às 12h e das 13h às 17h, ou encaminhado por meio dos serviços de postagem de correspondência da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos - ECT, na modalidade SEDEX, de acordo com as normas do edital.

SIEC - Através da Lei nº 13.811, de 16 de agosto de 2006, o Ceará passou a ser regulado pelo Sistema Estadual da Cultura (SIEC), que permite a conjugação de esforços, recursos e estratégias dos poderes públicos e das empresas e organizações privadas para o fomento efetivo, democrático e continuado das atividades culturais do Ceará.

Assim, aos contribuintes do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias - ICMS, é permitido depositar recursos financeiros em favor do Fundo Estadual da Cultura e apoiar financeiramente projetos culturais encaminhados ao Mecenato Estadual, podendo deduzir o valor em até 2% (dois por cento) do ICMS a ser recolhido mensalmente, na forma e nos limites estabelecidos da Lei 13.811.

II EDITAL MECENAS DO CEARÁ
Secretaria da Cultura do Estado do Ceará Sistema Estadual de Cultura – Secretaria Executiva (SIEC) Mais informações: 3101.6770

Fonte:
http://www.bancocultural.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...