sexta-feira, 24 de março de 2017

Exposição pretende criar conexões entre arte e as teorias do sociólogo Zygmunt Bauman.


Abre no dia 30 de março, às 19hs, na Galeria Conviv´Art – NAC/UFRN, a exposição coletiva Metamorfose Urbana em Tempos Líquidos. A exposição é uma homenagem das artistas Cibele Oliveira e Françoise Valéry as contribuições de Zygmunt Bauman sobre o mundo na contemporaneidade.
Zygmunt Bauman faleceu em 2017 e trouxe ao campo das discussões contemporâneas a perspectiva líquida (em constante modificação, devir) as deformações da sociedade em oposição ao perspectiva sólida (fixa, que não se modifica, engessada), partindo desse pressuposto analisa uma série de questões que estão divididas em cerca de trinta livros em português e que participam do imaginário de cada artista. A exposição, com curadoria de Artur Souza, pretende estabelecer conexões entre as teorias liquefeitas de Bauman com a produção imagética das artistas, tentando articular e trançar as produções.
Obra de Cibele Oliveira
Cibele Oliveira apresenta uma série de impressões sobre poliestireno a partir de sua arte digital, que tem início ora da apropriação e modificação de imagens da internet, ora de suas fotografias, ora das sugestões e soluções que softwares de edição de imagem propõe. Seus trabalhos decorrem de fragmentação, filtros, colagens, superposições dessas imagens iniciais. Suas imagens finais tencionam problemáticas urbanas e dos indivíduos ao propor distensões entre o mundo virtual e o real, a construção identitária a partir das selfies, aproximações e distâncias entre indivíduos, dentre outras.
Obra de Françoise Valéry
Françoise Valéry apresenta suas pesquisas relacionadas a produção em aquarela e ao campo da artesania. Seus trabalhos mesclam referências da factura líquida da aquarela aos meios de produção de papéis marmorizados, técnica muito utilizada para a feitura de contra guardas de livros, mas que toma novo sentido no fazer da artista. A artista fragmenta essas imagens líquidas, de fluxos, e estabelece novas configurações. Ora parte de planos brancos e instala seus fluxos fragmentados; ora parte de um fluxo gerando um contra-fluxo. As imagens são somas desses fluxos que ocorrem em seus trabalhos entre aproximação e distanciamento das obras. O que importa nesse movimento, para Françoise, é estabelecer oposições, contrariedades entre o sólido e o fluido; entre a ordem e a desordem; entre o mecânico e o orgânico.
Ambas criam imagens sobre o embate de um mundo líquido em um momento de rigidez política, de recrudescimento das diferenças entre o que é sólido e o que é líquido em nossa sociedade.


Serviço: Exposição coletiva M E T A M O R F O S E U R B A N A E M T E M P O S L Í Q U I D O S de Cibele Oliveira e Françoise Valéry com curadoria de Artur Souza

ABERTURA 30 de março de 2017, às 19h Visitação 31 de março a 20 de abril de 2017 (segunda a sexta-feira, 9h as 17h) Galeria Conviv´Art Núcleo de Arte e Cultura – NAC Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN Endereço: Centro de Convivência Djalma Marinho Av. Senador Salgado Filho, 3000, Lagoa Nova Natal-RN

quarta-feira, 22 de março de 2017

Livro Histórias em Quadrinhos na Educação procura colaboradores no Catarse

O Livro Histórias em Quadrinhos na Educação faz parte de uma iniciativa que busca aproximar a nona arte das salas de aula e demais práticas educativas, contribuindo para o desenvolvimento de uma educação mais dinâmica e interessante.
A obra é também o registro de diversas pesquisas e iniciativas que já existem na área da educação com o uso dos quadrinhos e terá o selo da Editora Quadro a Quadro, que publicou títulos como La Dansarina e Máquina Zero. O lançamento será nos dias 13 a 16 de abril, durante a CCXP – Comic Con Experience Tour, que acontecerá em Recife. Nos quatro dias, o autor, Fábio Paiva estará presente. Quem não for ao evento, receberá o livro em casa.

Feirão das HQs comemora seu primeiro aniversário em Porto Alegre

Nos dias 25 e 26 de março, o Feirão das HQs comemorará seu primeiro aniversário com dez artistas expondo e divulgando seus trabalhos. Já passaram pelo evento 38 autores nacionais e regionais que fizeram lançamentos de HQs e divulgaram seus trabalhos.
No sábado, 25 de março, estarão presentes os artistas Lucas SB, Ana Carolina Gonçalves (Piccolo Penguino), Edu Zuchi, Márcio Rampi, com a HQ Lester, e Fábio Mesmo e Paulo Daniel Santos, com a HQ Maye.

Dependência Emocional

Na noite de ontem (21 de março), a autora Lorena kaz, lançou o livro Morrer de Amor e Continuar Vivendono qual a autora usa a própria experiência para ajudar mulheres a superarem a dependência emocional.

Morrer de Amor e Continuar Vivendo, traz 64 histórias em quadrinhos da ilustradora Lorena Kaz, sendo que 28 das ilustrações estarão na mostra que vai até o dia 28 de março.

O livro nasceu do projeto criado por Lorena há quatro anos – uma série de quadrinhos sobre dependência emocional, cotidiano e pressões sociais – retratadas a partir de sua própria experiência. O projeto cresceu e deu origem a uma página no Facebook, que hoje conta com cerca de 166 mil seguidores.

História em quadrinhos, literatura e exposição celebram a revolução pernambucana


bicentenário da revolução pernambucana é o tema de uma exposição que vai durar todo o ano no Museu da Cidade do Recife (MCR), localizado no Forte das Cinco Pontas – local que faz parte da própria história da insurreição. A abertura ocorreu no dia (12), no dia do aniversário de 480 anos da capital do estado.

A exposição, feita em parceria com o Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico Pernambucano (IAHGP), é dividida em cinco eixos. A ideia, segundo a arquiteta e diretora do Museu Betânia Corrêa de Araújo, é transmitir as ideias que nortearam a revolução. “A gente quer olhar a exposição a partir dos ideais republicanos, da liberdade, da democracia, que estão presentes ainda hoje. E olha também para a memória da própria cidade, da nossa bandeira e a valorização dessa memória”.

sexta-feira, 3 de março de 2017

DIVINITY da Valiant, pela Jambô!

Encadernado com histórias do super-herói "Divinity" será o primeiro lançamento da norte-americana Valiant pela Jambô Editora. Segundo Rogerio Saladino, editor da obra, publicação será ainda neste semestre. O conteúdo sairá também pela Social Comics para leitura digital. "Podemos lançar material que não saiu pela Social Comics e vice-versa", diz Saladino. "Mas também temos planos futuros de fazer encadernados de títulos que já saíram. A ideia é tentar trazer bons títulos nas duas plataformas, para apresentar o universo da Valiant para leitores diversos."

Via 

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

As aventuras do poderoso Xangô: HQ transforma Orixás em super-heróis

Divulgação
A criação: Página de "Contos de Òrun Àiyè", com lançamento previsto para junhoImagem: Divulgação


Por Tiago Dias - UOL
Se a Marvel se inspirasse na mitologia yorubá para criar suas histórias, o guerreiro Xangô teria uma força tão impressionante quanto Thor, defenderia a justiça tanto quanto Capitão América, e contaria com a ajuda de Oxum, Ogum e Oxossi para conquistar o trono do império africano de Oyó.
Mas não é mais necessário uma gigante do ramo para fazer explodir um novo universo nos quadrinhos. A HQ “Contos de Òrun Àiyé”, que deve ser lançada em agosto, dará aos Orixás cores e contornos de super-heróis.
“Eles têm poderes e distinções muito claras de personalidade, como os super-heróis têm. Xangô e Iansã são vermelhos. Ogun é azul e verde. Oxum é dourada”, conta o criador da história, Hugo Canuto. “Tem um código ali que dialoga muito com a figura do super-herói.”
Divulgação
Os Vingadores da mitologia de matriz africana: Hugo Canuto bebe na fonte dos Orixás para nova HQImagem: Divulgação

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Herói da RecordTV, Capitão 7 ganha nova versão nos quadrinhos

Herói da RecordTV, Capitão 7 ganha nova versão nos quadrinhos; confira
Criado em 1954 por Rubem Biáfora, o Capitão 7 está de volta, agora nos quadrinhos. O herói foi um  grande sucesso da RecordTV no anos 50 e 60 e foi produzido por 12 anos.

Foram aproximadamente 500 episódios exibidos, o que dá 380 a mais que o Batman da década de 60 - um sucesso da TV até hoje lembrado, mas que teve 120 episódios e durou três anos.

Com exclusividade, a coluna do natelinha teve acesso à versão repaginada de personagens clássicos nacionais que estarão na revista "Alfa - A Primeira Ordem", entre eles o Capitão 7.
Confira:

EXPOSIÇÃO TRAZ 20 AQUARELAS DE LEANDER MOURA INTERLIGADAS COMO UMA HQ

Leander Moura.4

Exposição E.L.A, do ilustrador e quadrinista Leander Moura, na Galeria de Artes do IFRN Cidade Alta, com entrada gratuita desde 07/03.

Vernissage de Leander Moura traz 20 pinturas interligadas como uma narrativa, na qual o espectador terá de seguir uma sequência, como se estivesse lendo uma HQ.
Além disso, também está presente o sketchbook, bem como alguns estudos iniciais.
No decorrer dos 40 dias da exibição ainda terão atividades, como oficinas e palestras, no complemento do projeto que visa conectar o público com o processo criativo.
A exposição reflete a ideia de individualidade através de rostos em constante desconstrução. As figuras representam a possibilidade de transformação e liberdade onírica.
A técnica da aquarela, com uma paleta de cores bem reduzida, foi utilizada para criar uma atmosfera específica e provocar uma imersão do observador no ambiente circundante.

Figuras sinuosas e esguias

Leander diz que: “A história segue a busca de uma menina que parece querer encontrar seu próprio caminho. Nesse sentido, as figuras sinuosas e esguias ‘desfazem-se’ em fundos escuros e introspectivos com o objetivo de demonstrar a ideia de liberdade. Este projeto tem como proposta apresentar uma narrativa visual através de pinturas em aquarela, as quais denotam uma sequência de ‘fragmentação do eu interior”.

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Leitura de HQs e livros tem o poder de salvar vidas

Professor e jornalista macaibense especialista em charges e HQs analisa expectativas destes segmentos para o ano de 2017
Por: Rômulo Estânrley
Foto: Arquivo pessoal
Este ano de 2017 se desenha como um período propício para planejarmos melhor nossas ações! Como morador da cidade de Macaíba, um fato vem me preocupando há algum tempo, pois vem se repetindo todos os anos: o extermínio de jovens, geralmente envolvidos com o mundo das drogas.

Como educador e cidadão, espero contribuir a diminuir o número de homicídios entre os nossos jovens por intermédio do estímulo à leitura! Para isso, tive a iniciativa de inaugurar um espaço de leitura chamado HQZ, com características de sebo cultural! A ideia é atrair a garotada para o mundo da leitura e, assim, despertar a sensibilidade, imaginação e força criativa latentes, usando a cultura pop como ponte!

Quadrinista potiguar adere a financiamento coletivo para lançar coletânea de HQs

Quadrinista, ilustrador e artista plástico Gilvan Lira está em busca de apoio para lançar a coletânea Miragem. O projeto foi lançado no Catarse, um site desenvolvido para viabilizar financiamentos coletivos de projetos, e aguarda contribuições.

18/02/2017
Foto: Divulgação
Quem gosta de histórias em quadrinhos (HQs) não pode ficar fora dessa: o quadrinista, ilustrador e artista plástico Gilvan Lira está em busca de apoio para lançar a coletânea Miragem. O projeto foi lançado no Catarse, um site desenvolvido para viabilizar financiamentos coletivos de projetos, e aguarda as contribuições dos interessados nas HQs.
Miragem é uma coletânea de HQs curtas que mistura ficção científica e fantasia com pitadas de humor.“Há tempos venho desenvolvendo roteiros de HQs, esboçando e engavetando, esperando o momento certo para publicá-las. Acho que essa é a hora e eu gostaria muito de compartilhar esse material e é por isso que decidi apresentar esse projeto pelo Catarse e pedir apoio”, explica Gilvan Lira.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

"Selva - A Gazeta Gráfica" será lançada na próxima sexta em SP

Anunciada no fim do ano passado e circulando desde então, revista "Selva - A Gazeta Gráfica" terá um lançamento oficial nesta semana, em São Paulo. Com 16 páginas e formato grande, proposta da publicação é reunir autores de quadrinhos de gerações diferentes, com estilos diferentes.

Participam deste primeiro volume João Spacca, Mika Takahashi, Samanta Flôor, Cláudio Gil, Gustavo Rinaldi, Hiro Kawahara, Joel Lobo e André Toma.

O  lançamento será nesta sexta-feira (17.02), das 18h às 22h, na Quanta Academia de Artes, em São Paulo (rua José de Queirós Aranha, 246, vila Mariana).

Via Facebook:

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

É O QUE?? Jaden Smith Confirmado Como Super Shock??!!

Resultado de imagem para Jaden Smith Confirmado Como Super Shock
O famoso Tyler James Willians, famoso pelo Chris, de Todo mundo Odeia o Chris, afirmou que faltavam jovens heróis negros nos quadrinhos, quando alguém grita no fundo, Spider Man e Static Shock (Super Choque). Após ouvir isso Tyles dá uma resposta interessante.
“Eu não sei sobre  oque você está falando, mas estou feliz que Super Choque está acontecendo com o Jaden”
Resultado de imagem para Jaden Smith Confirmado Como Super Shock
Jaden Smith, filho do Will Smith, já inha tido seu nome ligado a um rumor sobre a produção do super herói Super Choque, junto com o produtor de Django Livre, Reginald Hudlin.
Veja o vídeo da entrevista do Tyler:

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

É O QUE??!! The Walking Dead é eleita a pior série de 2016 por jornalistas americanos??!!

Resultado de imagem para The Walking Dead 2016
A Variety, uma das revistas de entretenimento mais respeitadas dos Estados Unidos, publicou esta semana a sua lista em que elege “o pior da TV de 2016”, que engloba séries, entrevistas e programas em geral. Em se tratando de séries, The Walking Dead ficou com a pior colocação, em segundo lugar na lista.
Em sua crítica, a revista destacou a violência gratuita de Negan no episódio de estreia da 7ª temporada em lugar de narrativas ou desenvolvimento de personagens decentes, além da repetição de tramas.
Escolha uma temporada, qualquer uma. Estamos presos em um ciclo narrativo idêntico à Westworld. Enquanto o cartunesco Negan segue brincando cruelmente com suas vítimas, a série brinca com o telespectador, que merece coisa melhor.
Veja o ranking da Variety, com os piores de 2016 da TV:

TEMPO DE ARTE: Escrevendo Roteiros

Projeto Visualizando Citações na programação da Caravela - Conversas Literárias 2016

Amanhã irão rolar na Ribeira, duas atividades dentro da Caravela - Conversas Literárias, no Nalva Café, a partir das 17:30hs:

Mesa-redonda: Diálogos entre literatura e quadrinhos (com a participação de Milena Azevedo, Ana Lu e Bethânia Lima) + Sessão de autógrafos com as autoras presentes.

Detalhe, desde ontem Milena Azevedo está vendendo os títulos da MBP por lá, com direito a promoção casadinha.

Pra quem ainda não conhece, o Visualizando Citações - vol.2 só tem desenhista tarimbado, entre eles:

Shiko, Lelis, Flávio Luiz, Ichirou, Alexandre Nagado, Geraldo Borges, Leander Moura, AnaLu Medeiros, Vini, Victor Negreiro, Veríssimo e Brum (capa).

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Projeto em quadrinhos denuncia o machismo do dia a dia na internet

O nome é divertido e a aparência é fofa, mas não se engane: Guta Garatuja não está para brincadeira. Ou melhor, está o suficiente para falar de machismo com alguma leveza e bom humor. Sem frescura nos traços e nos diálogos, as tirinhas da personagem ilustram de forma didática situações em que adesigualdade de gênero se manifesta no dia a dia.
Dos assédios no Carnaval à discriminação no trabalho, passando pela maternidade e pela divisão de tarefas domésticas, são muitos os temas que entram no radar da bonequinha – e que, em pouco menos de um ano, lhe renderam milhares de seguidores e até inimigos na internet.
Guta nasceu em outubro de 2015 pelas mãos da administradora Kaká Aguiar, 30 anos. Na época, a paulistana saiu frustrada de uma discussão sobre assédio com um amigo, cuja posição era machista e pouco aberta ao debate. Foi a partir daí que, em uma espécie de desabafo criativo, começou a desenhar e inventou sua personagem:
– Quando vi, eu já tinha sete tirinhas feitas e toda a minha raiva tinha passado – conta.

A primeira tirinha da Guta Garatuja. (Imagem: Reprodução)

Pátria Armada: Visões de Guerra

Coletânea "Pátria Armada: Visões de Guerra", que reúne cerca de 40 histórias feitas por grandes quadrinhistas e roteiristas do país. Conseguimos até mesmo as valiosas contribuições de nomes como Marco Antônio Alves (o Hermes, de "Hermes e Renato"), que faz sua iniciação no mundo dos quadrinhos; Felipe Folgosi (ator de emissoras como Globo, Record e SBT) , Liz Vamp e seu pai, Zé do Caixão.

A votação para o 33º prêmio Angelo Agostini já está rolando!

A votação do 33º prêmio Angelo Agostini está aberta a qualquer pessoa. Podem votar quadrinista (profissional ou amador), estudioso, colecionador, aficionado pelo quadrinho nacional, leitores de gibis em geral e qualquer pessoa interessada. Clique aqui para acessar e preencher o formulário de votação.

Via EMT

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

É O QUE??!! Ativistas protestaram e Mulher Maravilha deixará de ser embaixadora da ONU??!!

Personagem foi destituída de seu cargo simbólico na luta pelos direitos femininos e igualdade de gênero

Lançamento da campanha, em outubro, contou com as presenças de Lynda Carter, que interpretou a personagem na TV americana durante a década de 70, e Gal Gadot, que deu vida à heroína nas telonas neste ano (foto: Dimitrios Kambouris/Gerry Images North America/AFP)
Dois meses após ser anunciada pela ONU como embaixadora símbolo da campanha anual pelos direitos das meninas e mulheres no mundo, a Mulher Maravilha vai perder o cargo.
A escolha foi feita inspirada nos poderes da personagem e na imagem de mulher forte, independente e guerreira. No entanto, várias ativistas da causa feminista consideraram a escolha equivocada, porque, na visão delas, a heroína seria hiper sexualizada nos quadrinhos, TV e cinema.
Imagem relacionada
"Embora os criadores possam ter pretendido criar uma mulher guerreira e independente, a realidade é que a personagem é uma mulher branca, de proporções impossíveis num maiô", dizia a petição online assinada por 45 mil pessoas.

COMO FOI: A 6ª FLIQ - FEIRA DE LIVROS E QUADRINHOS DE NATAL


A 6ª Feira de Livros e Quadrinhos de Natal (FLiQ) aconteceu de 10 a 13 de novembro na Cidade da Criança, e reuniu escritores, ilustradores e quadrinistas, além de diversos artistas para celebrar o mundo da leitura, dos quadrinhos e das artes em geral. Veja os grandes momentos dessa grande festa já tradicional em Natal.

domingo, 11 de dezembro de 2016

Histórias em quadrinhos da África são destaque em exposição no Sesc de Uberlândia

A produção de histórias em quadrinhos é uma forma de arte que acaba contribuindo para a cultura de uma nação. E foi na África que a pesquisadora de cultura africana Violeta Sophie e o pesquisador de histórias em quadrinhos e cinema de Ação Francisco de Assis buscaram inspiração para um novo trabalho.
Resultado de imagem para Histórias em quadrinhos da África são destaque em exposição no Sesc de Uberlândia
A exposição “África Quadrinhos” fica em cartaz até 13 de dezembro (Foto: Divulgação)
A exposição “África Quadrinhos” é o resultado parcial de uma investigação sobre a produção contemporânea das famosas HQs no continente. Para isso, foram selecionados trabalhos de oito autores africanos de seis diferentes países.
Segundo Sophie e Assis, esse recorte mostra a grande diversidade gráfica e temática da produção de HQs no continente. Os trabalhos, que estão expostos no Sesc de Uberlândia, que abre inclusive nos finais de semana.
Os artista contemplados são: Benjamin Kouadio e Koffi Roger Nguessan (Costa do Marfim), Didier Kassaï (República Centro-africana), Fati Kabuika e Serge Diantantu (República Democrática do Congo), Jussie Nsana (Congo), Massiré Tounkara (Mali) e Nabaloum Boureima (Burkina Faso).
Os idealizadores esperam realizar outras exposições e, se possível, uma publicação com a continuidade do trabalho de pesquisa.
Serviço
A exposição “África Quadrinhos” fica em cartaz até 13 de dezembro na galeria do Sesc Uberlândia (rua Benjamim Constant 844), de segunda a sexta-feira das 8h às 21h e sábados e domingos das 8 às 14h. Entrada franca. Mais informações: 3304-1215.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

É O QUE??? COMO SERIAM OS SUPER-HERÓIS SE FOSSEM NORDESTINOS?!!


Comic Con Experience estreia no Nordeste em 2017

template_social_ccxp
Primeira edição fora de São Paulo do maior evento de cultura pop da América Latina desembarca no Recife, de 13 a 16 de abril de 2017
A Comic Con Experience (www.ccxp.com.br), maior evento de cultura pop da América Latina, realizado desde 2014 na capital paulista, anuncia sua primeira edição fora de São Paulo. Chamado de CCXP Tour Nordeste, o evento chega a Pernambuco entre os dias 13 e 16 de abril de 2017, no Centro de Convenções de Pernambuco. Organizado pelo mesmo grupo (Omelete Group, Chiaroscuro Studios e Piziitoys), em parceria com o Governo do Estado de Pernambuco, vai levar aos nordestinos as mesmas experiências da sua edição paulistana.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...