sábado, 27 de maio de 2017

EU QUERO: Designers criam tênis NIKE customizado com super-heróis!

Os designers de sapato da lojinha Grabb Kicks, da Etsy, adoram estampas da cultura pop e o estilo dos tênis, então juntaram essas duas coisas para fazer esses lindos pares.

quinta-feira, 25 de maio de 2017

O QUE VOCÊ PRECISA PARA DESENHAR VÁRIOS ESTILOS DE DESENHO

tipos de desenho
Por Jair Jr - EU DESENHO
Atendendo a pedidos, decidimos juntar vários estilos de desenho e suas principais características.
Acompanhe a seguir a lista com 10 estilos de desenho.
E não para por aí: no fim da página, tem várias dicas do Ivan sobre como definir a marca pessoal, quais materiais usar e onde comprá-los, e quais softwares ele recomenda, no caso de ilustração digital.

10 estilos de desenho e suas principais características

1 Caricatura

estilo caricatura

Artlectos e Pós-humanos 11

Por Edgar Franco - Marca de Fantasia
Artlectos e Pós-humanos 11
Edgar Franco
Paraíba: Marca de Fantasia, 2017. 32p. 14x20cm. R$10,00.
ISSN 1984-6665
Com o apoio irrestrito da Editora Marca de Fantasia chegamos à edição de número 11, algo inimaginável quando iniciamos o projeto da revista com sua proposta experimental iconoclasta. A ideia de inventar incessantemente novas possibilidades criativas para narrativas quadrinhísticas é a marca da Artlectos e tem pautado sua trajetória.

Esse volume abre com a HQ “Falso Alfa”, que teve suas páginas criadas através da seleção livre de desenhos em um banco de imagens e depois o texto de cada uma delas foi inspirado em parágrafos aleatórios selecionados de 5 livros sorteados ao acaso em minha biblioteca pessoal, as sincronicidades experienciadas nessa escolha aparentemente aleatória foram incríveis e a narrativa ganhou grande coerência interna.

A segunda HQ, “Linha”, com apenas uma página, foi criada ao encontrar o desenho do centro da página que tinha sido feito à lápis em um caderno da época da graduação, em 1993, finalizei-o e o resto da arte e o texto vieram instantaneamente. “Desvelar” segue com meus processos criativos utilizando “sigilos mágicos” e abre com a arte do sigilo, apresentando seu desdobramento narrativo; já “A Serpente e o Monge Orgástico” é fruto de uma experiência de “Harmonização Quântica ao Som de Tigelas de Cristal de Quartzo”, ritual conduzido pelas terapeutas holísticas Ariadne Almeida e Nívia Silva.

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Society of Virtue: uma nova geração de super-heróis desembarcam no You Tube


Estão disponíveis semanalmente pelo You Tube ou pelo Facebook as aventuras da mais nova geração de super-heróis do momento, a Society of Virtue, os defensores da fictícia Megalopolisville. 
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e pessoas dançando
Os primeiros teasers já apontam para a grande heterogeneidade da equipe, o que deve gerar algumas polêmicas entre o público adulto mais conservador. Deixando a questão do preconceito de lado - ou trazendo o tema para a discussão -, a animação é uma aposta ousada, produzida pelo Voxx Studios (especializado em dublações). 

A arte da porreta da série fica por conta do brasileiro, Thobias Daneluz.
Nenhum texto alternativo automático disponível.
As atualizações ocorrem rigorosamente todas às terças-feiras, tanto no canal do You Tube, quanto na página oficial da superequipe no Face.

Fica a dica que merece ser conferida!

A imagem pode conter: 6 pessoas
Assista aos outros teasers disponibilizados, a seguir: The Nuclear Power Man e Ginger Panther.

Harry Morgan e as idiotices repetidas sobre quadrinhos

clarion75
© Harry Morgan, in: theadamantine.free.fr
Há alguns anos, encontrei, na revista Éprouvette, um intenso experimento de crítica de quadrinhos da L’Association, um desenho que me lembrava os antigos, sobretudo os dois gatos como personagens. Mas Whitman & Ferlinghetti discutem a imagem gráfica do discurso em quadrinhos: de balões a textos subjacentes, a cada quadro há um argumento sobre o fato do balão ser inerente ao quadrinho ou não, e o texto da discussão é apresentado de uma forma gráfica diferente.
photo_2017-05-18_20-25-55
“Sabe o que nos define como HQ? É o fato de que falamos em balões…”

"Irmão de Jorel" foi o programa mais assistido por crianças de 4 a 11 anos na TV paga em fevereiro

Resultado de imagem para irmão do jorel
Com a estreia dos novos episódios da temporada de 2017, a série de TV animada "Irmão do Jorel", exibida pelo Cartoon Network e coproduzida pelo canal e o Copa Studio, foi o programa mais assistido por crianças de 4 a 11 anos na TV paga em fevereiro. Historicamente, a série fica entre cinco primeiros programas dentro da faixa etária, com picos de liderança.
O sucesso consolida o Copa Studio como um dos maiores estúdios de animação da América Latina. Entre os conteúdos originais se destacam ainda "Tromba Trem" e "Historietas Assombradas (para Crianças Malcriadas)".
Resultado de imagem para irmão do jorel
Production service
A produtora passou a atuar em outra modalidade de trabalho, o serviço de produção (production service). A série "O Mundo de Anya e Kin", exibida pelo canal Discovery Kids e produzida pela El Comercio, do Peru, contou com os serviços da Copa.
Além disso, a produtora vem trabalhando em um longa em parceria com uma empresa de animação canadense.

segunda-feira, 22 de maio de 2017

É O QUE??!! Editora Criativo lança mais de 60 obras simultaneamente??!!

Por Marcelo Naranjo - UHQ
No próximo dia 11 de junho, domingo, no Jazz Restô e Burgers (Largo Dona Ana Rosa, 33, Vila Mariana, ao lado metro Ana Rosa, em São Paulo/SP), acontece a SketchCON I – Art Convention, com promoção da Editora Criativo. O evento será das 13h às 18h, com entrada franca.
Será um encontro com a participação de diversos criadores, das mais variadas vertentes do lápis e do traço: desenho, ilustração, quadrinhos, mangás, tiras, cartuns, caricaturas e etc.
A proposta é promover o convívio dos mais de 60 autores/artistas presentes, iniciantes e consagrados, com o público, numa celebração do desenho e seus criadores, autografando os seus lançamentos. A iniciativa visa estimular e fomentar o intercâmbio de experiências artísticas.
Nenhum texto alternativo automático disponível.
Serão lançadas mais de 60 obras, em duas diferentes coleções de tiragem limitada.

Greenpeace transforma em quadrinhos luta de povo indígena contra hidrelétrica

Veja a íntegra da HQ "O jabuti resiste", que fala sobre a resistência do povo Munduruku

Povo indígena
O povo Munduruku, que habita as margens do rio Tapajós, pode ter sua sobrevivência comprometida por uma grande hidrelétrica que está prevista para ser construída nesse rio. Como uma maneira de dar visibilidade à causa e unir esforços contra a obra, a ONG Greenpeace publicou uma história em quadrinhos na quarta edição de sua revista a respeito do tema.
Confira abaixo:
Capa

sexta-feira, 19 de maio de 2017

“Política nos Quadrinhos” é o tema de Maio, no Espaço HQ


A edição de maio do projeto Espaço HQ apresentará o bate-papo “Política nos Quadrinhos”. Os quadrinistas Henrique Magalhães, William Medeiros, Américo Filho e Gustavo Seabra irão conversar sobre a relação dos seus trabalhos com a política e como enxergam a temática na produção nacional e internacional de histórias em quadrinhos, charges, entre outros gêneros. A programação tem a tradicional feira de quadrinhos e o encontro acontece no sábado (20), das 15h às 18h, na Gibiteca Henfil do Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa. A entrada é gratuita.

As HQs têm uma relação íntima com a política mundial, seja nas charges que outrora estampavam praticamente todos os periódicos, seja nas produções de graphic novels de jornalismo em quadrinhos ou nas tirinhas, que têm sido muito utilizadas, principalmente hoje em dia na internet para declarar posicionamentos políticos e pensar a atualidade. Daí a relevância do tema.

O Projeto – Desenvolvido pela Funesc, o projeto Espaço HQ vem realizando regularmente atividades voltadas a esse segmento de produção, como oficinas, laboratórios, discussões, palestras e vivência entre profissionais e amadores da área. A primeira ação do projeto ocorreu em outubro de 2014 com o Laboratório de Quadrinhos, ministrado por Thaïs Gualberto. Desde então, novas edições aconteceram regularmente, passando a fazer parte da agenda permanente da Funesc. A ideia é reunir interessados no tema para um momento de interação, além de convidá-los a frequentar as atividades de HQ da Funesc, que tem fornecido espaço para a divulgação e comercialização do trabalho autoral de quadrinistas locais.

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Chantal Montellier, ilustradora: "O mundo dos super-heróis é o mundo dos nossos avós"

"Cada vez mais mulheres produzem, mas ainda há um padrão de criatividade", diz a quadrinista Chantal Montellier Foto: Leo Martins / Agência O Globo
Quadrinista francesa esteve no Rio para participar da Semana Internacional de Quadrinhos na UFRJ


"Cada vez mais mulheres produzem, mas ainda há um padrão de criatividade", diz a quadrinista Chantal Montellier - Leo Martins / Agência O Globo

POR 


Resultado de imagem para Chantal Montellier, ilustradora"Estudei na Escola de Belas Artes de Saint-Étienne e desde os anos 1970 publico quadrinhos com caráter político, social e feminista. Desenhei para a revista Ah! Nana, que reunia apenas mulheres cartunistas. Estou à frente do Artémisia, prêmio voltado para as melhores produções femininas do setor."
Conte algo que não sei.
Um história bem íntima. Fui muito apaixonada pelo homem com quem morei por 17 anos na França, mas ele me deixou para ficar com uma socióloga brasileira. Sociólogos se apaixonam por sociólogos... Isso está em todos os lugares das minhas obras, mas muito bem escondido. Eu nunca produzi algo íntimo. Eu me alimento do que vivi, mas nunca de forma bruta, porque gosto mesmo das fábulas políticas.

Como é o cenário dos quadrinhos para quem tem esse viés político e social?

segunda-feira, 15 de maio de 2017

É O QUE??!! Marvel demite desenhista por inserir mensagens contra judeus e cristãos em HQ dos X-Men??!!

Resultado de imagem para Ardian Syaf MARVEL COMICS

Ardian Syaf inseriu referência a versículo do Alcorão que orienta a “não tomar por confidentes os judeus nem os cristãos”.



Desenho do personagem Colossus usando camiseta com versículo do Alcorão.Desenho do personagem Colossus usando camiseta com versículo do Alcorão que ataca cristãos e judeus.
A Marvel Comics, editora de quadrinhos responsável por personagens como o Homem-Aranha e o Capitão América, anunciou o encerramento de seu contrato com o desenhista indonésio Ardian Syaf, depois de identificar mensagens políticas com teor anticristão e antissemita em uma edição de X-Men: Gold desenhada pelo artista.
Uma das mensagens é a inscrição “QS 5:51” na camiseta do personagem Colossus. Trata-se de uma referência a um versículo do Alcorão, que orienta a “não tomar por confidentes os judeus nem os cristãos” e diz que “Alá não guia os iníquos”. O trecho tem sido repetido em protestos políticos na capital da Indonésia, Jacarta, contra o governo do cristão Basuki Tjahaja Purnama.
Resultado de imagem para Marvel demite desenhista por inserir mensagens contra judeus e cristãos em HQ dos X-MenA outra é o número 212 inscrito em uma fachada. Na Indonésia, o número faz referência a um protesto ocorrido no último dia 2 de dezembro, em que 200 mil pessoas marcharam contra Purnama depois que o governador supostamente blasfemou contra o Alcorão durante um discurso.
ardian-syaf-002
Syaf assumiu a culpa pelo episódio e afirmou em seu perfil no Facebook que “sua carreira terminou”. Segundo o desenhista, o verso em questão “é o número da justiça. É o número do amor. Meu amor ao sagrado Alcorão, meu amor ao último profeta, o mensageiro… Meu amor a Alá, o Único Deus”.
Imagem relacionada
Imagem relacionadaA Marvel emitiu um comunicado dizendo que as mensagens serão removidas em futuras reimpressões e em versões digitais e afirmando que as referências se opõe diretamente à postura inclusiva da editora.

"Algumas assombrações do Recife Velho" ganha adaptação em quadrinhos

Algumas assombrações do Recife Velho


Por Marcelo Naranjo
 - UHQ

Algumas assombrações do Recife Velho (formato 20,5 x 27,5 cm, 72 páginas, R$ 49,00) traz sete contos do livro homônimo adaptados para os quadrinhos. A obra apresenta as seguintes histórias: O Boca-de-Ouro, Um Lobisomem Doutor, O Papa-Figo, Um Barão Perseguido pelo Diabo, O Visconde Encantado, Visita de Amigo Moribundo e O Sobrado da Rua de São José.
A adaptação foi conduzida por André Balaio e Roberto Beltrão, que possuem experiência na produção de histórias em quadrinhos e estão à frente do projeto O Recife assombrado.

Encontro de pesquisadores e artistas em Jaboatão dos Guararapes


Faculdade dos Guararapes – UniFG sediará, no dia 19 de maio (sexta-feira) o Pré-Jab Pop, na cidade de Jaboatão dos Guararapes, em Pernambuco. O evento é uma prévia do encontro de pesquisadores que ocorre na instituição em outubro e abriga apresentação de trabalhos acadêmicos, feira de HQs, palestras e lançamento de livros.
A atividade tem entrada gratuita para o público, ocorrerá das 17h às 22h e possuirá sua versão para o Artist’s Alley, chamada aqui de Hall dos Artistas, com lançamentos de obras e palestras.

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Os 10 melhores sites brasileiros sobre quadrinhos

REPRODUÇÃO/DC
Por CIRO MARCONDES - METROPOLES
Hoje, ao invés de falar dos quadrinhos em si, vou falar sobre seus bastidores. Ou melhor, um tipo específico de bastidor – a crítica e a cobertura jornalística. A missão é indicar 10 sites que considero que cumprem com a nobre missão de pensar a cultura dos quadrinhos de maneira apurada e profissional. Construímos um novo círculo crítico consistente que luta para dar conta da imensa produção contemporânea nacional. Sinais de bons tempos. A lista não obedece a nenhuma ordem.
IMAGEM/DIEGO_GERLACH
Balbúrdia – O empreendimento dos veteranos Paulo Cecconi, Liber Paz e Lielson Zeni, além de vários outros colaboradores de alto quilate, como as pesquisadoras e tradutoras Maria Claria Carneiro e Dandara Palankof, existe desde 2016 e, nesse pouco tempo, tornou-se o mais importante coletivo brasileiro de crítica de quadrinhos.
Eles dizem que falam sobre quadrinhos despretensiosamente e “na maciota”, mas o que encontramos na verdade são textos excepcionalmente bem elaborados e personalizados, com os mais diversos enfoques, especialmente, sobre a cena brasileira contemporânea.


Pipoca e Nanquim – Apresentado pelos “cult heroes” Bruno Zago, Alexandre Callari e Daniel Lopes, esta instituição da cultura geek brasileira possui um inacreditável volume de produção entre videocasts, críticas e todo tipo de interface com o público.
O escopo do site/canal (que existe desde 2010) também contempla cinema, séries, games e música. Porém, dá para ver que a paixão dos rapazes, que são dedicados, hilários e eruditos, são os quadrinhos. Para mim, o melhor no segmento mais “pop” da coisa.

terça-feira, 9 de maio de 2017

Amar, Verbo Intransitivo e Macunaíma são adaptados para os quadrinhos





Por Marcelo Naranjo
 - UHQ
Editora Ática divulgou o lançamento de dois álbuns adaptando clássicos da literatura nacional, ambos de Mário de Andrade.
Amar, verbo intransitivo (formato 19 x 26 cm, 104 páginas, R$ 45,50) ganha uma adaptação em quadrinhos, por Ivan Jaf (roteiro) e Eloar Guazzelli (arte), preservando o impacto original que a obra causou em 1927, quando foi publicada pela primeira vez. Além da temática polêmica, o livro quebrava as regras da gramática vigentes.

Gonçalo Junior lança biografia do mestre do erotismo Milo Manara



Por Marcelo Naranjo - UHQ
Em meio século de carreira, o italiano Milo Manara (1945) se transformou no mais polêmico e censurado autor de quadrinhos do mundo, graças aos seus quadrinhos cheios de nudez, sexo e ideias subversivas. Seus álbuns foram e ainda são vetados em dezenas de países. Mas isso jamais fez o autor recuar. Muito pelo contrário. Aos 72 anos, mantém-se ativo na produção de graphic novels que continuam a desafiar a moral e as religiões – dois de seus alvos preferidos.

Livro conta as aventuras de um balão de histórias em quadrinhos

Sabe os balões das histórias em quadrinhos? Eles mostram o que as pessoas estão pensando. Mas e quando não se passa nada na cabeça do personagem? Será que o balão também para de pensar? Não. Com certeza, não. Pelo menos na história de “O Vento de Oalab”, onde um balãozinho bem simpático mostra ter uma mente fervilhante de ideias. Vencedor do 11º prêmio Barco a Vapor Brasil, o livro infantil é do escritor carioca João Luiz Guimarães.
A trama conta que um desenhista de quadrinhos saiu para almoçar e deixou um balão vazio por dentro. O balão não gostou nada de ficar, assim, incompleto e começou a perceber que pensa um monte de coisas e pode ter vida própria. Inclusive, descobriu que também sabe criar. Até inventou para si mesmo o nome de Oalab.
Feliz por ter conquistado liberdade, ele dá início a uma divertida aventura. Usando da imaginação, Oalab se tornou nuvem, se deu conta das questões existenciais de uma gema de ovo, aprendeu bastante com a sombra de uma goiabeira, se deparou com o segredo ancestral do vento e mais uma porção de outras situações inusitadas.
E, no final... Ah, o final não se pode contar. Mas Oalab bem que gostaria de inspirar muitos e muitos pequeninos a deixar o pensamento nascer, crescer e se expressar e, quem sabe, ficar ainda mais solto do que o ar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...