quinta-feira, 28 de outubro de 2010

AQC-SP define novidades para o Prêmio Ângelo Agostini 2011


Por Matheus Moura - Bigorna.net
No último dia 02 de outubro (como divulgado aqui), ocorreu a mais recente reunião da Associação dos Quadrinhistas e Cartunistas de São Paulo – AQC-SP. Compareceram Edson Pelicer, William Martins, Bira Dantas, Fernando dos Santos e Worney Almeida. No dia foram discutidos diversos assuntos, principalmente, relacionados ao Prêmio Ângelo Agostini e a revista Picles – lançada em agosto.

Como destaque há os preparativos para o 27º Ângelo Agostini. De acordo com o debatido, o consenso decidiu três mudanças principais na premiação: A primeira são os novos critérios para a escolha dos premiados. Manteve-se a votação popular por cédula e acrescentou-se a seleção dos quatro mais votados em cada categoria. O escolhido sairá da análise dos participantes da apuração – membros da AQC-SP. A Segunda mudança refere-se a premiação da Mestres do Quadrinho Nacional, a qual agora passam a ser cinco escolhidos. A terceira é com relação a criação de uma nova categoria: Melhor Lançamento Independente, indicado para lançamentos dos próprios autores ou de pequenas editoras. Isso não exclui a categoria de Melhor Lançamento, mas agora voltada exclusivamente para edições de grandes editoras.
Ainda com relação ao Prêmio Angelo Agostini, outra novidade são as etiquetas dos troféus, que passaram a ser melhor desenhadas. Para ainda a edição 2011 do evento, foi levantada a possibilidade de levar a exposição “Ângelo Agostini Invade...”, a qual comemora os 100 anos de falecimento de Agostini, para o local e dia da premiação. A exposição já foi apresentada em Campinas e conta com a colaboração de dezenas de artistas.
O novo blog da AQC também foi pauta. Na reunião foi avaliado os resultados do lançamento e a divulgação do blog da associação. Assim, para ampliar a participação serão criadas duas novas páginas no site: “O Humor da AQC” em que os interessados poderão publicar seus trabalhos (quadrinhos, cartuns, caricaturas, charges ou cartuns). E a outra chamada “Causos da AQC” em que os associados poderão publicar histórias ou memórias relacionadas ao mundo dos quadrinhos nacionais e seus autores.
Sobre a revista Picles, devido ao bom resultado do lançamento da nº 0 (veja aqui) já foi dado início a produção da revista Picles nº 01. A proposta é que seja uma revista impressa para ser lançada em bancas de jornais, em formatinho (próximo ao 16 x 21 cm), colorida, com 32 páginas de miolo, preço ainda indefinido. Para participar os interessados devem enviar os trabalhos por internet.
A próxima reunião da AQC-SP será no dia 23 de outubro, a partir das 14hs, na Biblioteca Monteiro Lobato, Rua General Jardim, 580, próximo ao metrô República. A pauta será a finalização do projeto do Ângelo Agostini para o SENAC; a escolha do tema para a Picles # 01 e a feitura das novas páginas do blog. A associação convida a todos em participar e a colaborar com as atividades. Para conhecer mais a respeito da AQC-SP visite o blog

Crepúsculo versão mangá


A famosa saga Crepúsculo chegará ao Brasil, em novembro, com uma nova roupagem. O romance da norte-americana Stephenie Meyer ganhou uma versão em mangá


O mangá foi produzido com a participação de Stephenie Meyer



Uma novidade para agradar duas tribos. Ou para quem participa de ambas. É que a série Crepúsculo, da escritora norte-americana Stephenie Meyer ganhará as bancas e revistarias especializadas, em novembro, em sua versão mangá. Isso mesmo! As desventuras amorosas de Bella Swan e Edward Cullen em meio à dualidade da racionalidade e da irracionalidade, que permeiam o ser humano, serão retratadas com o tradicional traço oriental. A Editora Intrínseca, que também publicou os romances, irá publicar a HQ no Brasil. No Exterior, as vendagens já chegam a 66 mil cópias em uma semana. Stephenie Meyer participou ativamente da produção do mangá.
LÁ FORA!
A versão original da publicação tem dois volumes e foi publicado nos EUA pela editora Yen Press. Os traços são de autoria de Young Kim. Já aqui no Brasil, a Editora Intrínseca não divulgou nenhum detalhe sobre preço ou formato de Crepúsculo. E nem mesmo a data exata de lançamento, confirmando apenas que será no próximo mês.
CAVALEIROS DO ZODÍACO
A TV Bandeirantes deverá colocar no ar os 31 episódios da Saga de Hades (arcos Santuário, Inferno e Elíseos) de Os Cavaleiros do Zodíaco, a partir de 12 de novembro, uma sexta-feira. Atualmente, o anime vai ao ar, de segunda à sexta, às 8 horas, abrindo o bloco Band Kids.
SEM DISCOS AVULSOS
Previsto para chegar ao mercado brasileiro no fim de novembro, os DVDs de Flashman (Focus Filmes) estarão disponíveis apenas em dois formatos: edição especial (com lata contendo um digistak reunindo os cinco primeiros discos da coleção) e um box (com o mesmo digistak que a lata trará, mas com uma arte diferenciada). Ou seja, não haverão discos avulsos como nos lançamentos anteriores.
BEM-VINDO
Segundo o site Bleeding Cool, a editora japonesa Shueisha convenceu o autor Akira Toriyama a produzir novas histórias de Dragon Ball. Encerrada em 1995, nos quadrinhos, a saga de Son Goku continuou nas animações, games e outros produtos derivados. Toriyama só voltou brevemente à prancheta para criar um crossover de Dragon Ball com One Piece (ainda inédito no Brasil). Os novos quadrinhos seriam para promover o MMORPG (jogo online para multidões) da série.

Fonte: O POVO 

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Confira história em quadrinhos do gol de Cocada

História em Quadrinhos - Gol do Cocada

Os vascaínos que foram ao Engenhão no último domingo (24/10), para assistir ao clássico entre Vasco e Flamengo puderam conferir uma história em quadrinhos especial. A revista homenageou o gol histórico feito por Cocada, que garantiu ao Gigante da Colina o título do Campeonato Estadual de 1988. Brenno Dias e Denis Mello são os autores da homenagem.
Torcedor vascaíno, fique atento! A próxima edição da Revista Preliminar Vasco irá trazer, na partida contra o Grêmio Prudente, na quinta-feira (03/11), às 21h, em São Januário, mais um momento histórico que será homenageado em forma de quadrinhos.




Arte Daniel Crosier - QUADRINHOS EM MADEIRA

 

Daniel Crosier chega para inovar as tradicionais Histórias em Quadrinhos, mudando completamente a plataforma bidimensional do papel. Ele usa madeiras, compensados cheios de veios e palitos de picolé para realizar seu trabalho com maestria. Assim, em vez do famoso bico-de-pena ele arma-se do pirógrafo e vai gravando a fogo suas imagens, Muitos efeitos são obra do acaso, a depender da trama e sulcos da madeira. Além de reproduzir suas versões de heróis consagrados, como Batman, Motoqueiro Fantasma e Hellboy, Crosier também ilustra histórias originais, como, por exemplo, a série Bartholomew of the Scissors, da Bluewater Comics.
Há quem diga que o Daniel faz tatuagem em madeira, outros que não passa de Xilogravura, técnica de gravura na qual se utiliza madeira como matriz e possibilita a reproduçao da imagem gravada sobre papel ou outro suporte adequado, mas a verdade é que o artista faz um belo trabalho, tendo se destacado em muitas publicações, incluindo Bluewater "Bartolomeu de Tesoura", com gravador de Chad Helder e "Distorções Unlimited" com inker Peter Palmiotti. Mas ele também fez uma pilha de pranchas de madeira de arte pirografadas com o Motoqueiro Fantasma, Batman, Hellboy e outros personagens, e os resultados não são como qualquer outra coisa você está sujeito a ter visto. 

Fonte: HQ Shazam

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Estrelas do basquetebol são passados para os quadrinhos

As sinergias dos grandes meios de comunicação às vezes dão bons resultados. Como todos sabem, a Disney, uma das maiores empresas do mundo comprou a Marvel, e possui 80% da propriedade da ESPN. Para promover a temporada da Liga Norte Americana de Basquete, a NBA, a Casa das Ideias fez 30 capas alternativas com os atletas da Liga que vão participar da temporada 2010-2011.
A lista de artistas "capistas" é pra lá de promissor: Olivier Coipel, Lenil Yu, J. Scott Campbell, Terry Dodson, Salvador Larocca, Simone Bianchi, Dave Johnson, John Romita, Sr., Skottie Young, Gabrielle Del'Otto y Mike Deodato. Scott Campbell, Terry Dodson, Salvador Larocca, Simone Johnson, Bianchi Dave, John Romita Sr., SKOTTIE jovem, Gabrielle Del'Otto e Mike Deodato. Um verdadeiro Dream Team da Casa das Idéias.
Confira todas as capas na íntegra, clicando aqui!

Fonte: Agustín Lozano

Expo Panorâmica sobre a arte sequencial potiguar no IFRN bombou!


Caricaturas feitas na hora por Miguel Rude e Raniere Rodrigo
A abertura superou a anteior, tanto em presença de público, quanto em organização, a montagem e disposição das obras, sinalização e interatividade com o visitante, além de cobertura pela mídia. A Arte Sequencial sendo levada a sério! Um grande estímulo e avanço em solo potiguar.
Quadrinhos para todas as idades e gostos!
Raniere fazendo suas caricaturas digitais.

Quando necessário mão no lápis!
Alunas da IFRN também participaram do evento.

Interatividade: o mural das artes foi algo criativo e inovador.


Todos quiseram deixar a sua marca!

Vista superior do painel no pátio da Instituição.

Uma nova safra de artistas: em destaque Nina Rosa e Leo Feitosa

Cosplayer?

Miguel Rude dando entrevista e fazendo mersham de sua publicação!

domingo, 24 de outubro de 2010

Sete meses de liderança no Top 10 da Revista 14

Em 2010 completamos sete meses no topo do ranking de matérias mais acessadas da Revista 14. Desde abril figuravámos entre as 10 +, mas em maio assumimos o ponto mais alto do pódio e pelo jeito gostamos. Brincadeiras à parte, é com muita satisfação e lisongeio que chegamos a essa marca. A ficha caiu recentemente, quando acessei a 14 em busca de novidades sobre a K-Ótica. Bem, valeu galera! Quem quiser continuar postando alguma coisa por lá (além de mim) clique aqui e bom deleite (sem trocadilhos com o autor da matéria).
Obs: a matéria em questão foi redigida com muita propriedade pelo jovem repórter Beto Leite (que ainda almejamos que venha para o lado paquiderme da força).

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Imagens em 3D de mangás são reunidas em exposição em SP

A Turma da Mônica Jovem, de Maurício de Sousa, terá um espaço exclusivo no evento. Foto: Divulgação
A Turma da Mônica Jovem, de Maurício de Sousa, terá um espaço exclusivo no evento
Uma das atrações do 8ª Brazil Scrapbooking Show, evento que acontece de 6 a 9 de outubro no Centro de Eventos São Luís, em São Paulo, será a exposição Mangá Paper 3D Art Sculpture, onde artista recriaram em três dimensões imagens de mangás, as histórias em quadrinhos japonesas.
O destaque da mostra será um expaço dedicado ao cartunista Maurício de Sousa, com imagens da Turma da Mônica Jovem, série no estilo mangá que tem feito muito sucesso entre crianças e adolescentes. Além deste, haverá espaços dedicados as temas infantil, adulto e sensual, com personagens como Naruto e A Princesa e o Cavaleiro.
8ª Brazil Scrapbooking Show Onde: Centro de Eventos São Luís (Rua Luís Coelho, 323, Consolação, SP)
Quando: de 6 a 11 de outubro, das 13h às 20h
Quanto: R$ 10
Proibida a entrada de menores de 12 anos
Informações: www.brazilscrapbookingshow.com.br
Fonte: Terra

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

SOQ # 2 é destaque no BIGORNA!

Lançamento SOQ - Só Quadrinhos # 2
Por Matheus Moura
20/10/2010

Mais uma edição da revista SOQ – Só Quadrinhos # 2, editada pelo coletivo nordestino República dos Quadrinhos, está disponível aos leitores. A publicação independente possui formato digital com 50 páginas, em formato PDF. Dando continuidade ao intuito de, nas três primeiras edições, enfatizar os trabalhos de autores nordestinos, este número mantém o conteúdo com perfis, entrevistas, o cotidiano da República, o ABCdário dos quadrinhos e HQs inéditas. Apesar disso o espaço é aberto a todos e quem quiser enviar material para possível publicação basta escrever um email (rquadrinhos@gmail.com) para o editor.
Mesmo mantendo o básico da primeira edição, SOQ # 2 se destaca por focar o gênero dos super-heróis, dando um resumo do que foi a exposição "Mitos & Herois: releituras contemporâneas" durante a passagem por Natal. Além disso, as HQs de Ray Costa, Beto Potyguara, Wanderline Freitas, Marcos Ronin, Mazza e tiras do Brum, continuam no tema super-herói. Na entrevista, Gabriel Andrade, que entre outras coisas, já desenhou Aria, Alien e Duro de Matar para o mercado norte-americano; o ABCdário dos Quadrinhos mostra o personagem Papo Amarelo, criado por Moacir e Torres; e, para finalizar, a cobertura dos melhores do ano das artes gráficas potiguares: o "Prêmio Poty".
A revista Só Quadrinhos – SOQ, passa agora a bimestral. Mais informações no blog do coletivo aqui. Para baixar sua cópia, gratuitamente, clique aqui.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Não é que a PANINI nos descobriu!


Fonte:Panini
18/10/2010 15:01:20

Segundo volume de álbum da Turma da Mônica por outros artistas é tão bom quanto o primeiro


|






DJOTA CARVALHO
Especial para Agência Anhanguera

Mauricio de Sousa acaba de reescrever um velho ditado. Em se tratando de MSP50, a coletânea de histórias com personagens do pai da Mônica escritas e desenhadas por outros artistas, um foi pouco e o dois é demais! Explica-se: MSP50 Artistas, lançado em 2009, foi um projeto revolucionário que deixou o leitor de boca aberta. Palavras como “obra-de-arte” e “maravilhoso” foram pouco para descrever a sensação de ver personagens tradicionais como Mônica, Horácio, Chico Bento e até Bugu e Capitão Feio nos traços —e ideias— de Laerte, Spacca, Angeli, Fábio Moon e Gabriel Bá, Orlandeli, Jean Galvão, Dalcio, Salimena, Yabu, Julia Bax e tantos outros. Pois passado um ano, novamente o leitor fica sem fôlego ao se deparar com a beleza incomparável deMSP+50 Artistas, nova coletânea recém-lançada pela Mauricio de Sousa Editora/Panini Books.

Incomparável até porque não se trata de continuação e seria injusto (e impossível) comparar o primeiro com o segundo livro. Neste MSP+50 Artistas, como elucida o próprio nome, outras cinco dezenas de cartunistas receberam oportunidade e total liberdade de criação para, literalmente, pintarem e bordarem com os personagens do Walt Disney brasileiro. Com isso, apenas em uma coisa se repetiu, ainda que de maneira distinta: o resultado excepcional.

“Muitos talentos ficaram de fora do primeiro livro e manifestaram abertamente o interesse de participar de um segundo álbum, então logo após o primeiro lançamento já comecei a rabiscar uma lista de candidatos”, conta Sidney Gusman, idealizador do projeto e responsável pelo planejamento editorial da Mauricio de Sousa Produções. A linha guia do segundo livro, assim como a do primeiro, foi a de privilegiar a diversidade.

“Era preciso equilibrar o conteúdo com artistas consagrados ou iniciantes que trabalhassem em diferentes estilos, como super-heróis, tiras, quadrinho europeu, terror ou humor. E que publicassem, no Brasil ou no exterior, em jornais, álbuns, revistas independentes, na internet”, diz, destacando que artistas de 16 estados brasileiros estão em MSP+50. Três destes artistas, por sinal, abrem o álbum com uma história diferenciada das demais, dividida em três partes.

Em Sessão da Tarde, Mateus Santolouco, Rafael Albuquerque e Eduardo Medeiros relatam, cada um com seu traço, uma aventura deliciosa da turminha na qual os personagens principais se conhecem pela primeira vez —e aprontam muito— na escola. Seguem-se a esta primeira HQ muitas outras e citar umas deixando outras de fora é uma injustiça a ser cometida no próximo parágrafo.

Há a histriônica participação de Bugu na casa do Big Dog Brasil (com roteiro e arte de Roger Cruz), o amor adulto e em sequência invertida de Cebola e Mônica (Rogério Vilela), a melancólica descoberta da piscina do bairro feita por Cascão (André Kitagawa), a redescoberta das cores da infância de um desanimado e jovem adulto Cebola (Mário Cau), a edificante aceitação de si mesma que Pipa faz ao descobrir o amor de Zecão (Fernanda Chiella), o terrir de Penadinho e companhia no traço delicioso de Danilo Beyruth, o Piteco que ajuda um amigo a satisfazer o desejo da esposa grávida no desenho e humor únicos de Fábio Ciccone, o programa de auditório estilo Márcia que se propõe a debater os problemas psicológicos de Mônica e Cebolinha (Pablo Mayer), o simpático sorriso de platina do Franjinha de Marcelo Braga, a alternância entre adultos em traço arrojado e crianças cativantes na imaginação de Cebolinha e Cascão disputando uma partida de futebol (Chico Zúlio), a lisérgica aventura estilo Alice no País dos espelhos de Nicolosi e a reconfortante metáfora do bicho-papão na qual Romahs envolve os Sousa, Mônica, Tina, Rolo, Capitão Feio... E há mais, muito mais.

MSP+50 tem 216 páginas (formato de 19 x 27,5 cm, colorido, papel couchê) e pode ser encontrado a R$ 98 (capa dura) ou R$ 59 (cartonada).

Vale cada centavo e, mais uma vez, deixa gosto de quero mais. Que vai ser atendido, claro: Sidney Gusman já informou em seu twitter que está selecionando novos autores para um terceiro livro, que não será a única novidade: um projeto futuro prevê graphic novels com os personagens, também produzidas por outros artistas brasileiros.

Interior está representado no álbum

“MSP50” teve em suas páginas uma engraçada charge com Chico Bento e Zé Lelé produzida pelo cartunista Dalcio Machado, da Agência Anhanguera de Comunicação. Em “MSP+50”, mais uma vez o Interior está bem representada. A poética história “Para estar junto” é de autoria de Mário Cau, que criou roteiro e desenhos, e ainda contou com uma força de outro artista, Caio Yo, um dos vencedores do 1º Salão Internacional de Humor de Campinas, para colorir suas artes.

“O convite veio pelo Sidney Gusman, editor do livro. Ele me ligou num belo dia e convidou. Foi uma coisa surreal. Até agora eu não sei se acredito que tudo isso realmente aconteceu. É fantástico”, diz Cau. Ele revela que uma conversa inicial com Gusman havia ocorrido em 2009 no Festival Internacional de Quadrinhos (FIQ) de Belo Horizonte. “Estávamos eu, ele, Ila Foz, Pablo Mayer e Diogo César conversando sobre o ‘MSP50’, o primeiro livro. Ele disse que eu e o Pablo estávamos na lista inicial, mas como era muito mais gente do que vaga, ele foi tendo que escolher e a gente não entrou. Só de saber isso já me senti honrado ao extremo. Fiquei com isso na cabeça um tempo, mas depois, parei de pensar. Logo veio o anúncio do segundo livro, que ia rolar, e o Rafael Grampá já era confirmado. Depois de um tempo veio aquele convite pelo telefone...” Para Cau, a emoção de desenhar uma história para o Maurício é inexplicável. “Só vivendo pra saber... Foi um sonho de infância realizado”, diz. Segundo ele, a ideia para a história “simplesmente veio” algumas semanas depois do convite. Uma vez transformada em roteiro, foi imediatamente enviada para Gusman. “Ele me ligou alguns minutos depois elogiando muito o roteiro e dizendo que tanto o Mauricio quanto outro roteirista da Turminha tinham adorado. Isso me fez ter mais energia ainda para continuar, já que não sou tão roteirista quanto sou desenhista. Mas achei que consegui o tom certo da história”, diz. (DC/Especial para AAN)
Veículo: Site República dos Quadrinhos
Publicado em: 18/10/2010 - 15:01

sábado, 16 de outubro de 2010

Amostra Grátis - Carcará: Cabra pió num há (Divulgação)

Por Joseniz

Obrigado aos cabra da peste que ajudaram a divulgar que nem a muléstia dos cachorro doido a segunda edição da revista Amostra Grátis, revista On Line da Associação Brasileira de Arte Sequencial República dos Quadrinhos. Abaixo os links para as matérias sobre a revista Amostra Grátis- Carcará: Cabra pió num há (com o trabalho autoral de Beto Potyguara):




Universo Potyguara- O Berço das Idéias:
http://universopotyguara.blogspot.com/2010/09/amostra-gratis-2-ja-esta-disponivel.html




Bigorna.net:
http://www.bigorna.net/index.php?secao=noticias&id=1284550860





E não deixem de visitar a República dos Quadrinhos para mais informações e fazer download da revista Amostra Grátis- Carcará: Cabra pió num há: http://rquadrinhos.blogspot.com/.

PUBLICADO EM 16.10.10

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

ORIGAMI TIRAS divulga a SOQ!





Só Quadrinhos!

Origami é destaque em matéria na webmagazine S.O.Q! Só Quadrinhos!, edição 2, com uma tira inédita. A Revista é uma publicação da República dos Quadrinhos.


Baixe aqui
.

ABAS esteve presente na FLiQ


Por Joseniz
Ontem, dia 16 de Outubro de 2010, estive presente na livraria Siciliano para a abertura da FLiQ (Feira de Livros e Quadrinhos de Natal) representando a ABAS. Além de mim, outros quadrinhistas como Luiz Élson e Wendell Cavalcanti estiveram presentes. Enquanto Rilder Medeiros falava sobre o evento, ele fez um questionamento para Wendell: " Por que será que veio tanta gente de Quadrinhos pra o FLiQ?" A resposta veio rapidamente como o Batman em seu seriado de TV: "Acredito que seja o Q que motivou os quadrinhistas virem pra cá". Rilder deixou claro que é de interesse que os quadrinhistas locais se envolvam com evento desde que façam duas coisas que também considero como essencial: Estimulem a leitura e a produção de novos autores e leitores. Pelo que foi descrito pelo Rilder e pelos autores presentes tanto no vídeo como na abertura, Natal terá um grande evento literário. Uma feira mesmo, com bastante gente!. Do tipo: "Olha o Shakespeare, Olha o Shakespeare! A gente tem Will Eisner por aqui também", "Tô com livros de Paulo coelho aqui! Na minha mão é mais barato!" e por aí vai. Fiquei bastante animado com o que foi apresentado durante a abertura porque tudo vai de encontro aos objetivos da ABAS e principalmente porque Natal precisa de eventos literários como este.

Rilder Medeiros apresentando como será o evento em Natal

Um vídeo falando sobre a importância do evento foi divulgado na abertura

Luiz Élson (GRUPEHQ) esteve presente no evento

Olha só quem está no vídeo: o mestre Moacy Cirne!!!

Milena (GHQ) também marcou presença

Espero que a nova administração continue com o trabalho desenvolvido junto a FJA (Nós também esperamos enquanto outros artistas esperam até hoje o dinheiro dos editais...)

Estou aqui neste jogo de vôlei para passar a bola para o autor: fala aí Carlos Marcelo!

Carlos Marcelo falando de uma de suas referências para a criação de seu livro que tem uma espessura pelo menos 15 vezes maior


Após a apresentação do FLiq um representante da FJA (Fundação José Augusto) falou sobre sua despedida do cargo, os trabalhos realizados com êxito e a torcida para que a nova administração continue com os trabalhos desenvolvidos. Fiquei de acordo com todos os pontos positivos apresentados só acho que os pontos negativos (como a falta de pagamento dos artistas) precisam ser solucionados se não dá pra resolver nesta administração, que resolvam na próxima e não fique por isto mesmo. Após as palavras do representante da FJA, o autor Carlos Marcelo falou sobre a criação do seu livro "Renato Russo- o filho da revolução". O interessante do livro é que o autor manteve o foco em uma pesquisa considerando Renato Russo um cronista de seu tempo fazendo um registro histórico do Brasil. Outro ponto interessante foi quando ele falou do evento literário que participou em que as pessoas pareciam formigas atrás de açúcar. Relatos como este são bastante animadores. A ABAS continuará presente no FLiQ, assim que surgirem novidades falamos por aqui. Para acompanhar de perto cada passo do evento literário, sugiro que também sigam o Twitter do FLiq: @FLiQ Natal 2011

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Revistas pernambucanas têm lançamento em São Paulo

Por Matheus Moura - BIGORNA.NET

Hoje, dia 14 de outubro, as novas edições das revistas Eita! # 4 e ReviSPA # 6 terão lançamento em São Paulo na Livraria HQMIX. As duas publicações são editadas pela Secretaria de Cultura e Fundação de Cultura Cidade do Recife-FCCR, através da Gerência Operacional de Literatura e Editoração-GOLE e da Gerência Operacional de Artes Visuais e Design.
Sobre a Eita!, Heloísa Arcoverde, gerente de Literatura e Editoração da Prefeitura do Recife, diz que “o mais importante é que a revista interage com todas as linguagens artísticas e traduz o pensamento contemporâneo, o que se faz hoje. Escoa toda a produção contemporânea tanto na parte de Literatura quanto na parte de imagem, ilustração, fotografia e design”.
Já ReviSPA, uma publicação ligada ao SPA das Artes do Recife. A revista é um instrumento para a divulgação do SPA, mas também para o registro de ações e a avaliação dos caminhos traçados pelas artes visuais no Recife atual.
Os lançamentos ocorrem na Livraria HQMIX, na Praça Roosevelt, 142 – Centro – São Paulo (SP), a partir das 20hs. Mais informações pelo telefone (11) 3258 7740

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Festival de Cinema Infantil segue até domingo em Recife


A "animação científica" Perdidos na Galáxia será exibida todos os dias.


A 8ª edição do Festival Internacional de Cinema Infantil (Fici) continua encantando a garotada até o próximo domingo (17). Em cartaz desde a última sexta (8), o festival reúne mais de 90 filmes, entre inéditos, clássicos infantis, curtas brasileiros e internacionais, séries de TV e mostras especiais, além de oficinas de animação e debates.


A programação acontece nos cinemas São Luiz, da Fundação e Rosa e Silva. Entre os destaques está a hilariante ficção-científica infantil Perdidos na galáxia, de Adám Magyar. Produção húngara de 2007, o filme mostra como um astronauta amador e seu parceiro, um gato gordo e metido, que vivem num planeta distante do Sistema Solar, empreendem uma fantástica aventura em direção à Terra. A animação será exibida todos os dias do festival.


» Confira a programação completa do 8º Fici


O público também pode se programar para assistir à bela animação francesa O segredo de Eleonor, de Dominique Monféry, que mostra como os livros são importantes na formação das crianças. Através dos olhos do menino Nathaniel, adultos e crianças tornam-se cúmplices destas pequenas criaturas que saíram da imaginação dos escritores e ganharam vida própria. O filme estará em cartaz no fim de semana.


Outra opção do Fici é a ficção belga-holandesa Iep!, de Ellen Smit, uma metáfora sobre aceitação e diferença que toca profundamente os corações de crianças e adultos. A história de Kenadie Jourdin-Bromley, que nasceu em 2003 pesando um 1 quilo e com apenas 22 centímetros de estatura, pode ser vista nesta quinta (14) e no fim de semana.


O festival já passou pelo Rio de Janeiro, Niterói-RJ, Brasília, São Paulo, Campinas-SP e Belo Horizonte. Do Recife, o Fici segue para Aracaju e Salvador (22 a 31 de outubro).


Serviço:
Festival Internacional de Cinema Infantil (Fici) Até 17 de outubro, às 10h, às 14h e às 16h Ingressos: R$ 4 (inteira) Cinema São Luiz - Rua da Aurora, 175, Boa Vista Cinema da Fundação - Rua Henrique Dias, 609, Derby Cine Rosa e Silva - Av. Rosa e Silva, 1460, Aflitos www.fici.com.br


Via  JC Online


Obs: pergunta óbvia e desnecessária... quando passará por Natal? Pelo visto, só por cima, quando sobrevoar a cidade em direção à Fortaleza e à Região Norte...hehheheehh!

EMT CULTURA divulga a SOQ # 2!

Quem ainda não viu, clique aqui!

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...