terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

As aventuras do poderoso Xangô: HQ transforma Orixás em super-heróis

Divulgação
A criação: Página de "Contos de Òrun Àiyè", com lançamento previsto para junhoImagem: Divulgação


Por Tiago Dias - UOL
Se a Marvel se inspirasse na mitologia yorubá para criar suas histórias, o guerreiro Xangô teria uma força tão impressionante quanto Thor, defenderia a justiça tanto quanto Capitão América, e contaria com a ajuda de Oxum, Ogum e Oxossi para conquistar o trono do império africano de Oyó.
Mas não é mais necessário uma gigante do ramo para fazer explodir um novo universo nos quadrinhos. A HQ “Contos de Òrun Àiyé”, que deve ser lançada em agosto, dará aos Orixás cores e contornos de super-heróis.
“Eles têm poderes e distinções muito claras de personalidade, como os super-heróis têm. Xangô e Iansã são vermelhos. Ogun é azul e verde. Oxum é dourada”, conta o criador da história, Hugo Canuto. “Tem um código ali que dialoga muito com a figura do super-herói.”
Divulgação
Os Vingadores da mitologia de matriz africana: Hugo Canuto bebe na fonte dos Orixás para nova HQImagem: Divulgação

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Herói da RecordTV, Capitão 7 ganha nova versão nos quadrinhos

Herói da RecordTV, Capitão 7 ganha nova versão nos quadrinhos; confira
Criado em 1954 por Rubem Biáfora, o Capitão 7 está de volta, agora nos quadrinhos. O herói foi um  grande sucesso da RecordTV no anos 50 e 60 e foi produzido por 12 anos.

Foram aproximadamente 500 episódios exibidos, o que dá 380 a mais que o Batman da década de 60 - um sucesso da TV até hoje lembrado, mas que teve 120 episódios e durou três anos.

Com exclusividade, a coluna do natelinha teve acesso à versão repaginada de personagens clássicos nacionais que estarão na revista "Alfa - A Primeira Ordem", entre eles o Capitão 7.
Confira:

EXPOSIÇÃO TRAZ 20 AQUARELAS DE LEANDER MOURA INTERLIGADAS COMO UMA HQ

Leander Moura.4

Exposição E.L.A, do ilustrador e quadrinista Leander Moura, na Galeria de Artes do IFRN Cidade Alta, com entrada gratuita desde 07/03.

Vernissage de Leander Moura traz 20 pinturas interligadas como uma narrativa, na qual o espectador terá de seguir uma sequência, como se estivesse lendo uma HQ.
Além disso, também está presente o sketchbook, bem como alguns estudos iniciais.
No decorrer dos 40 dias da exibição ainda terão atividades, como oficinas e palestras, no complemento do projeto que visa conectar o público com o processo criativo.
A exposição reflete a ideia de individualidade através de rostos em constante desconstrução. As figuras representam a possibilidade de transformação e liberdade onírica.
A técnica da aquarela, com uma paleta de cores bem reduzida, foi utilizada para criar uma atmosfera específica e provocar uma imersão do observador no ambiente circundante.

Figuras sinuosas e esguias

Leander diz que: “A história segue a busca de uma menina que parece querer encontrar seu próprio caminho. Nesse sentido, as figuras sinuosas e esguias ‘desfazem-se’ em fundos escuros e introspectivos com o objetivo de demonstrar a ideia de liberdade. Este projeto tem como proposta apresentar uma narrativa visual através de pinturas em aquarela, as quais denotam uma sequência de ‘fragmentação do eu interior”.

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Leitura de HQs e livros tem o poder de salvar vidas

Professor e jornalista macaibense especialista em charges e HQs analisa expectativas destes segmentos para o ano de 2017
Por: Rômulo Estânrley
Foto: Arquivo pessoal
Este ano de 2017 se desenha como um período propício para planejarmos melhor nossas ações! Como morador da cidade de Macaíba, um fato vem me preocupando há algum tempo, pois vem se repetindo todos os anos: o extermínio de jovens, geralmente envolvidos com o mundo das drogas.

Como educador e cidadão, espero contribuir a diminuir o número de homicídios entre os nossos jovens por intermédio do estímulo à leitura! Para isso, tive a iniciativa de inaugurar um espaço de leitura chamado HQZ, com características de sebo cultural! A ideia é atrair a garotada para o mundo da leitura e, assim, despertar a sensibilidade, imaginação e força criativa latentes, usando a cultura pop como ponte!

Quadrinista potiguar adere a financiamento coletivo para lançar coletânea de HQs

Quadrinista, ilustrador e artista plástico Gilvan Lira está em busca de apoio para lançar a coletânea Miragem. O projeto foi lançado no Catarse, um site desenvolvido para viabilizar financiamentos coletivos de projetos, e aguarda contribuições.

18/02/2017
Foto: Divulgação
Quem gosta de histórias em quadrinhos (HQs) não pode ficar fora dessa: o quadrinista, ilustrador e artista plástico Gilvan Lira está em busca de apoio para lançar a coletânea Miragem. O projeto foi lançado no Catarse, um site desenvolvido para viabilizar financiamentos coletivos de projetos, e aguarda as contribuições dos interessados nas HQs.
Miragem é uma coletânea de HQs curtas que mistura ficção científica e fantasia com pitadas de humor.“Há tempos venho desenvolvendo roteiros de HQs, esboçando e engavetando, esperando o momento certo para publicá-las. Acho que essa é a hora e eu gostaria muito de compartilhar esse material e é por isso que decidi apresentar esse projeto pelo Catarse e pedir apoio”, explica Gilvan Lira.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

"Selva - A Gazeta Gráfica" será lançada na próxima sexta em SP

Anunciada no fim do ano passado e circulando desde então, revista "Selva - A Gazeta Gráfica" terá um lançamento oficial nesta semana, em São Paulo. Com 16 páginas e formato grande, proposta da publicação é reunir autores de quadrinhos de gerações diferentes, com estilos diferentes.

Participam deste primeiro volume João Spacca, Mika Takahashi, Samanta Flôor, Cláudio Gil, Gustavo Rinaldi, Hiro Kawahara, Joel Lobo e André Toma.

O  lançamento será nesta sexta-feira (17.02), das 18h às 22h, na Quanta Academia de Artes, em São Paulo (rua José de Queirós Aranha, 246, vila Mariana).

Via Facebook:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...