domingo, 20 de setembro de 2009

Entrevista com Lorena Kaz durante o lançamento da Subversos #4


Lorena Kaz
"Para quem achou que a Subversos não tinha uma presença feminina, se engana, a publicação conta com três representantes: Claudia Carezzato, Karina Nishioka e Lorena Kaz, essa última conta com uma experiência internacional nas HQs e o Impulso HQ foi descobrir como é a versão feminina em uma revista com a temática urbana.
IHQ: Como é participar da Subversos?
Lorena Kaz:
É a primeira vez que estou participando, e na verdade é a primeira vez que participo de qualquer publicação. Eu já lancei, mas nunca fiz um lançamento, então é a primeira vez que autografo e vejo as pessoas assim, estou adorando.
IHQ: Como é ser uma presença feminina na publicação? E o que você acha da idéia de fazer uma edição feminina?
Lorena Kaz:
Muito legal. Realmente tem poucas mulheres na edição. Eu adoro o ambiente masculino, na verdade acho que estou acostumada. Comecei a fazer quadrinhos na Servia e era só homem sempre foi só homem, então estou acostumada e gosto muito da troca.
Acho o máximo fazer uma edição só com mulheres, porque é diferente, acho que são muito mais singelos, pessoais, sentimentais os quadrinhos das mulheres.
IHQ: Já que você citou essa sensibilidade feminina, como é trabalhar com uma temática urbana?
Lorena Kaz:
Os meus quadrinhos são totalmente autobiográficos e todas as histórias são reais e se não aconteceu comigo, aconteceu com alguma amiga, então é totalmente urbano cotidiano. As minhas ultimas histórias são Top 10 foras, se me derem um fora feio vai virar HQ."
Fonte: Extraída do Impulso HQ

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...