quinta-feira, 15 de outubro de 2015

O retorno do Lobo Solitario 2100

Em 2002, a Dark Horse Comics lançou uma sequência não-oficial da série Lobo Solitário, chamada Lone Wolf 2100, escrita por Mike Kennedy e ilustrada por Francisco Ruiz Velasco, na qual Itto é um androide guarda-costas protegendo a garota Daisy Ogami da corporação Cygnat Owari. E agora, a empresa retorna a esse mundo.
 
Na nova minissérie Lone Wolf 2100, Daisy tem em seu DNA a cura para uma praga mundial, a Thrall, que transforma humanos infectados em criaturas mutantes deformadas. A série terá quatro edições, pela equipe de Eric HeissererMiguel Sepulveda e David Gomez. A revista foi anunciada durante a New York Comic Con e chega às comic shops em 2016.
 
Lobo Solitário é possivelmente o mangá mais conhecido no Ocidente, escrito por Kazuo Koike e desenhado por Goseki Kojima. Começou a ser publicado em 1970, no Japão, e serviu de inspiração para vários autores famosos, como por exemplo, Frank Miller.
 
A história se passa no Japão da época feudal, onde Itto Ogami, o executor do shogun, acaba sendo injustamente acusado de traição. A pena é o suicídio, porém Itto se recusa a cooperar. A partir daí, desonrado, ele passa a perambular pelo Japão, acompanhado por seu filho pequeno, trabalhando como assassino de aluguel.
 
A série teve várias encarnações no Brasil, mas só foi publicada completa pela Panini Comics.

Via HQM
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...