segunda-feira, 7 de abril de 2014

Capitão América QUASE teve um uniforme diferente nos anos 60!

capcostume1
Um dos primeiros rolos jurídicos envolvendo super-heróis foi com o Capitão América. Criado em 1941 por Joe Simon e Jack Kirby, o personagem foi resgatado por Stan Lee quando houve o boom do Universo Marvel, no começo dos anos 60.
capcostume2

Um crescimento que, claro, chamou a atenção de Simon (nessa época, longe da editora), que passou a exigir direitos sobre os lucros da criação.Como revela o livro Marvel Comics – A História Secreta, Lee temeu esse processo por algum tempo, até que ele finalmente chegou, em 1966. Simon alegou na Justiça que, como criador, seria o dono do Capitão América assim que houvesse a renovação do copyright, o que aconteceria por aqueles tempos.
Os advogados e Martin Goodman, dono da editora, passaram a defender a tese de que Simon e Jack Kirby eram apenas funcionários freelas, que criaram o herói a pedido da editora. Assim, o Capitão era da Casa das Ideias – algo que foi defendido pelo próprio Jack Kirby em juízo. No final, a Marvel ganhou a disputa.
MAS, por algum tempo, a dúvida rondou as cabeças de Goodman e Stan Lee. A ameaça de perder o super-herói era real. Como a Marvel tinha os direitos sobre o título Capitão América (nenhum outra editora poderia publicar uma revista com esse nome, nem Joe Simon, que, caso ganhasse na Justiça, teria que dar um outro nome para o gibi), Lee então resolveu pedir que Kirby criasse uma versão diferente do herói. O nome continuaria Capitão América, mas com um background diferente e, claro, um novo uniforme.
Tais sketches do Kirby para o novo Capitão eram pouco conhecidos. Até agora. A coluna Comic Book Legends Revealed, de Brian Cronin, disponibilizou essas artes para o público, além de revelar mais detalhes dessa história.
Realmente, nenhum dos dois visuais funcionava como o original. Como a Marvel ganhou o processo, nenhuma mudança foi feita naqueles tempos. Ainda assim, Kirby utilizou o segundo desenho para um personagem que criaria nos anos 90, chamado Captain Glory.
Vale também lembrar que, de lá pra cá, Steve Rogers assumiu outras identidades (como Nômade e Capitão) e uniformes. Porém, os motivos foram mais comerciais.
Via Judão
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...