domingo, 3 de março de 2013

As melhores "Mary Janes" das HQs!


HABEMUS MARY JANE em O Espetacular Homem-Aranha 2. Ou, pelo menos, a atriz Shailene Woodley, que dará vida para a personagem no novo filme, foi vista no set de gravação do filme.
Nas primeiras imagens, não dava pra saber se ela estava lá como Shailene ou já caracterizada como a MJ. Hoje surgiram mais algumas imagens do set e sim, aquela era a Mary Jane. E, junto com essas imagens, muita gente começou a achar estranho o visual do eterno SEGUNDO amor de Peter Parker.
Besteira.
Nos quadrinhos não existe visual definitivo. Veja bem: da mesma forma que acontece quando temos atores diferentes para interpretar o mesmo personagem nos cinemas, cada desenhista aplica um traço diferente para os personagens das HQs. Tal traço varia não só de acordo com o que o artista enxerga como o ideal ou por conta daquilo que está no roteiro, mas também segue as políticas editoriais da editora.
Por tudo isso, Mary Jane Watson já teve os mais diversos visuais nos quadrinhos – alguns bem diferentes entre si. Sem buscar nenhuma verdade definitiva, aqui estão aqueles que o JUDÃO considera os melhores (ou os mais marcantes) visuais da Ruiva nos últimos 50 anos de histórias do Homem-Aranha.
08 Takeshi Miyazawa / David Hahn
Spider-Man Loves Mary Jane
Em 2004, aproveitando a popularidade da Mary Jane por conta da trilogia do Sam Raimi, a Marvel lançou um novo gibi estrelado pela personagem, chamado simplesmente Mary Jane. Sem qualquer referência aos universos pré-estabelecidos da editora, a HQ é um típico drama teen para garotas no qual MJ é apaixonada pelo Homem-Aranha. Deu tão certo que virou o gibi mensal Spider-Man Loves Mary Jane, que durou até 2007.

07 Mark Bagley
Homem-Aranha Ultimate
Esta aqui é de outro universo alternativo da Marvel, o Ultimate. Porém, diferentemente do anterior, trata-se de uma linha de gibis mais extensa, lançada no ano 2000. Desde o começo a ideia do roteirista Brian Michael Bendis e do artista Mark Bagley era criar algo novo, que deixasse ainda os personagens reconhecíveis para o público e que, ao mesmo tempo, fosse atual.
Como resultado surgiu uma nova Mary Jane. Ao invés de ser festeira, como a original, a MJ do Ultiverso é mais introspectiva, uma estudante brilhante e de temperamento difícil. O corpo da personagem reflete bastante isso.
06 Sara Pichelli
Homem-Aranha Ultimate
Apesar do Bagley ter um traço interessante, é realmente a Sara Pichelli quem consegue levar a Mary Jane Ultimate para um nível mais alto. O fato da MJ ser mais na dela reflete não só no jeito de se vestir, mas também na forma como anda e fala. Repare bem nos ombros da Mary Jane na arte aí em cima…
Aliás, dá pra dizer que a própria Sara se parece um pouco com a MJ criada por ela…
05 Todd McFarlane
Ah, a virada dos anos 80 e 90… Foi nessa época que a estrela em ascensão Todd McFarlane reinventou a forma de desenhar o Homem-Aranha – e a Mary Jane. Fugindo do guia da editora, o cara deu para a MJ um corpo de gostosona, cabelos ao estilo anos 80 e ressaltou o lado festeiro da Ruiva.
Não precisa dizer que a (na época) Senhora Parker fez sucesso, né?
04 Paolo Rivera
Um Momento no Tempo
Há alguns anos a Marvel publicou o arco Um Momento no Tempo, aquele que conta como Mephisto fez para acabar com o casamento entre Mary Jane e Peter Parker. Para representar o passado, a Marvel utilizou trechos da publicação original do casamento, além de trazer novas artes assinadas por Paolo Rivera. E, cara, Rivera conseguiu trazer um estilo clássico (que ficou parecido com as páginas antigas) e ainda deu uma cara diferente para o resultado final.
Essa MJ parece bem mais uma modelo, não?
03 J. Scott Campbell
Amazing Spider-Man
J. Scott Campbell, o criador da Danger Girl e do grupo Gen 13, também desenhou algumas histórias do Homem-Aranha. Não foi muita coisa, mas serviu para deixar na memória de todos a capa de Amazing Spider-Man #601, que está aí em cima…
02 Mike Deodato Jr.
Amazing Spider-Man
Em meados da década passada o brasileiro Mike Deodato ficou encarregado das artes de Amazing Spider-Man. O quadrinista, apesar de afirmar abertamente que usa pessoas reais como base para os desenhos, resolveu que era o momento de prestar uma homenagem ao clássico traço de John Romita. Assim, tanto o Peter Parker quanto a MJ desenhados pelo Deodato tinham esse ar de anos 60, mas dentro de um visual bem mais atual.
01 John Romita
Amazing Spider-Man
Mary Jane apareceu pela primeira vez em Amazing Spider-Man #42, de 1966. E como não se apaixonar logo de cara pela personagem em uma entrada tão triunfante? Mérito não só de Stan Lee, mas também ao John Romita, que conseguiu dar uma beleza incrível para a futura esposa de Peter Parker.
Por anos e anos o estilo do Romita foi o padrão da Marvel, transformando esta Mary Jane na versão mais lembrada por muitos.
É. Acho que tiramos a sorte grande.
Via: Judão
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...