quarta-feira, 23 de julho de 2014

Animação do Pará ganha mais espaço

Produções do Estado são selecionadas para participar do Anima Mundi, um dos principais festivais do gênero das Américas
A animação paraense ganha cada vez mais espaço no Brasil. O Anima Mundi, segundo maior festival de animação das Américas, selecionou para a Mostra Não Competitiva as animações “Icamiabas Na Amazônia de Pedra”, na categoria “Olho Neles”, dirigida por Otoniel Oliveira, e “Para Ver Poesia”, na categoria “Curtas-metragens Infantis”, dirigida por Andrei Miralha e Marcílio Costa. Essas duas animações foram resultado do edital CulturAnimação da TV Cultura do Pará. Além dos dois filmes dirigidos por dois dos sócios do Estúdio Iluminuras, Otoniel e Andrei, a animação Rite of Fire, dirigida por Mário Aires, também foi selecionada para a mostra na categoria “Olho neles”. A animação de Mário foi resultado do edital Conexão Vivo 2013.

Para Otoniel Oliveira, ter três filmes produzidos em Belém estreando juntos no Anima Mundi é prova da preparação e esforço de quem deseja trabalhar profissionalmente com cinema e séries de animação. “Desde a ‘Pororoca’, passando pelo ‘Miritis’, a animação paraense teve representantes no Festival. O que difere agora é que vamos com três títulos no mesmo ano. É importante por podermos mostrar para as novas gerações interessadas que podemos trabalhar a sério gerando produtos de animação aqui, sem precisar mudar pra outras regiões”, afirma Otoniel Oliveira (“Muragens-Crônicas de Um Muro” e “Nossa Senhora dos Miritis”, ambos de Andrei Miralha, participaram do Festival em 2009 e 2011 respectivamente).
Mário está empolgado por ter um filme seu pela primeira vez no festival e já vislumbra o futuro. “Tal como a animação Nacional marcou território no Oscar das Animações, o Festival Annency, acredito que participar de um evento como o Anima Mundi, com três animações paraenses, não é somente colocar o Pará no mapa, mas provar que assim como a coisa está caminhando no Brasil, novas produções também ganham inspiração pra sair mais e mais do papel por aqui também”.
Durante quase 10 anos Petrônio Medeiros, Andrei Miralha e Otoniel Oliveira alimentaram um sonho. Trabalhar com filmes de animação e desenvolver essa atividade no Pará. Durante esse período, trabalharam de forma experimental, apaixonada e eminentemente artística. Criar e formalizar o Iluminuras Estúdio de Animação é, para Otoniel, ter “esses valores, paixão e arte, complementados por mais um, o de abrangência comercial. Antes nossos filmes ficavam em festivais, em mostras e na internet, mas formalizando um estúdio e investindo em séries animadas, que hoje em dia é um produto extremamente proveitoso comercialmente, poderemos mostrar os nossos diferenciais e valores pra um universo maior de pessoas, e além disso, podemos produzir aqui, com os talentos daqui, e exportar esse produto pro mundo”. 
Andrei Miralha acredita que com a formalização do Estúdio é o caminho para conseguir financiamentos para as séries de animação. “Precisávamos nos formalizar, ter um CNPJ que nos permitisse captar investimentos mais altos. Queremos trabalhar na produção de conteúdos multimídia, séries de animação pra TV e internet. Mas isso seria apenas um sonho, não fosse o bom momento que vive a animação no Brasil, com diversas séries e filmes de sucesso no mundo todo, possibilitados e impulsionados por maiores investimentos públicos e privados no setor, que reconhecem a animação como produto de grande potencial artístico e comercial”. 
Dentro do Festival Anima Mundi, existe o Anima Forum, que é um espaço onde acontecem conferências profissionais sobre o mercado e a indústria da Animação e os inscritos tem a oportunidade de apresentar seus projetos com possibilidade de financiamento para profissionais renomados do Brasil e do Mundo. Para o Anima Forum o Iluminuras Estúdio de Animação preparou uma cartela de produtos para levar. Segundo Otoniel, “apresentamos os produtos que queremos desenvolver e conseguir financiamento para a produção. Nessa conversa com estúdios e canais, podemos conseguir o orçamento para a viabilização de um projeto. Esse ano, além das Icamiabas, que queremos transformar em série, o estúdio Iluminuras vai tentar emplacar outros tipos de produtos, sempre como séries ou interprogramas animados, que é o nosso foco. Se temos o que dizer aqui, se temos mão de obra talentosa para produzir, só nos resta conseguir o orçamento para implementar”. 
“O Anima Forum nos coloca a par do que está acontecendo no ramo da Animação no país, discute as iniciativas que estão dando certo e as tendências de mercado, ou seja, nos ajuda a enxergar melhor esse cenário, além de nos aproximar de outros produtores nacionais e internacionais”, complementa. 
O Anima Mundi 2014 acontece entre 25 de julho e 3 de agosto no Rio de Janeiro, com a exibição de curtas e longas de animação nacionais e internacionais, além das diversas oficinas do Estúdio Aberto, Papos Animados, Anima Forum e masterclasses.
Para ler a matéria completa, assine O Liberal Digital!
Via ORMNews
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...