terça-feira, 29 de julho de 2014

Gavião Arqueiro: HQ em linguagem de sinais

O potencial das HQs nunca deixa de surpreender.
Na edição de número #19 de Hawkeye, que chega nas comic shops americanas no próximo dia 30/07, o escritor Matt Fraction e o artista David Aja mostram os efeitos que uma batalha deixam em um herói depois que sua audição acaba momentaneamente afetada. Parece algo sem muito atrativo, certo? E o que acontece quando a edição acaba sendo “lida” através de Libras, a linguagem de sinais?

A ideia é conectar os leitores ao que Clint Barton, o Gavião Arqueiro, está sentindo ao ficar surdo temporariamente. Quando ele não consegue ouvir, os balões de fala na página estão em branco e aí é que a linguagem de sinais entra. Porém, sem pistas para interpretá-la. “É uma boa oportunidade de fazer as pessoas sentirem como é ser surdo”, diz Fraction.
Desenhar a edição foi muito difícil, segundo Aja. Sem os diálogos da maneira tradicional, ele teve que testar suas habilidades em desenhar gestos de maneira mais tradicional e crítica e também existe o agravante de que certos sinais exigiram múltiplos movimentos para que a coisa ficasse clara. “Há muita sutileza e expressão na página”, disse Sana Amanat, o editor do título. “Você consegue entender o que está acontecendo mesmo sem os balões”, completa ele.
Fraction teve a ajuda de Rachel Coleman, integrante do grupo Signing Time, que ajuda crianças surdas a se comunicarem, dando as ideias necessárias de como usar os sinais no roteiro. “Há uma estrutura gramatical e idiomática completamente diferente. Expressões faciais são muito importantes”, diz Fraction.
O legal é que podemos ver uma das páginas junto com o roteiro na imagem abaixo, dando uma ideia de como foi escrevê-lo.
Hawkeye-Sign-Language
Via JUDÃO
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...