domingo, 14 de outubro de 2012

MASCOTE DA COPA: MAIS UM NOME PARA VOTAÇÃO



Quem me conhece sabe que meu relacionamento com o futebol não é um dos melhores, sou um dos poucos brasileiros que pode se estufar, bater no peito e afirmar orgulhoso: eu nunca fiz um gol na minha vida. Mas depois de ver essa história do mascote da Copa no Brasil, eu não podia ficar calado.
Primeiro que eu não concordo em ser um tatu, acho que existem outros personagens que representam muito melhor nosso país... mas beleza, a defesa dele virar uma bola é aceitável...mas quando eu vi as três sugestões de nome, fiquei com pena do coitado.
Quem foi que escolheu essa merda? Só pode ter sido a Baby Consuelo ou Pepeu Gomes. Afinal quem não se lembra do nome das suas filhas integrantes do extinto SNZ: Nana Shara, Zabelê e Sara Sheeva, essa última, coitada, deve dar graças a Deus por ser lembrada por esse nome que ela mesmo inventou, é bem melhor que o verdadeiro: Riroca.
Poooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooorra...  desculpem o palavrão, mas o que mais eu poderia escrever depois de lembrar que uma mãe teve a coragem de chamar sua filha de Riroca? Eu nem vou levar a conversa pro lado da rima, senão o papo não acabaria tão cedo.
Voltando ao mascote,  a FIFA ainda tentou se defender, explicando os motivos da escolha de Amijubi, Fuleco e Zuzeco.
Não, eu não to xingando outra vez, esses são os nomes do coitado do tatu... que se for inteligente, vai viver enterrado pra não passar vergonha.
Primeiro ela disse que cogitou mais de 450 nomes. Entenderam? Mais de 450 nomes. É nome pra caramba. E com tanta opção assim, como é que pode Amijubi tá entre os 3 melhores? Juro que  fiquei curioso em saber quais são os 447 nomes piores. Deve ter coisa ali impossível de se falar por terráqueos.  Só um Jedi deve conseguir pronunciar o nome que ficou em último lugar. Queria muito ver essa lista.
Depois ela disse que o nome deve ser relevante e pronunciável não apenas em um país. E foi dar explicação para cada um desses crimes que querem colocar na certidão de nascimento do mascote.
CRIME 1 – Amijubi: nasceu da união das palavras “amizade” e “jubilo”, que segundo ela, são características marcantes da personalidade do personagem e refletem a maneira de ser do nosso povo. E ainda recorreu ao Tupi, pois a palavra “juba” significa amarelo, cor do mascote. Aí eu te pergunto: quem é que hoje em dia usa a palavra “jubilo”? Pior: quem é que sabe o significado dela? Eu mesmo fui um que me rendi ao velho Aurélio e vi que significa alegria. Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!!!!!! E quem é que tá alegre com essa seleção? Só os jogadores e seus milionários salários. E com relação ao Tupi, quem é que infelizmente se lembra dele? E mesmo assim, é “juba” e não “jubi”. Pra mim isso não passa de um desculpinha típica de “criativos” que na hora de inventar algo, faz uma coisa que ELE gosta e depois inventa uma gama de explicações complexas que dão um nó na cabeça de qualquer um  -  a vá te catar!
CRIME 2 – Fuleco: a união desse nome veio das palavras “futebol” e “ecologia”, dois componentes fundamentais da Copa 2014, afirmando que esse nome incentiva as pessoas a terem mais cuidado com o meio ambiente. Segundo minha ignorância, esse nome tá errado, acredito que essa união resulta em “FuTeco”, com “T”. E que conversa pra boi dormir é essa de ecologia? Alias, hoje em dia usam a desculpa da ecologia pra tudo, e na hora de fazer ago realmente, nada é feito. Pergunte pra cada um dos jogadores, treinadores e comissão técnica que disputarão o campeonato, quantas árvores já plantaram. E eu juro que tentei entender essa lorota do “incentivar as pessoas a terem cuidado com o meio ambiente”. Sei lá, impossível acreditar que a palavra “Fuleco” é mágica e transforma a pessoa num Chico Mendes só em pronunciá-la...algo tipo Shazam!!!!
CRIME 3  - Zuzeco: União do “azul” e “ecologia” (olha ela aí de novo). Eles disseram que o azul remete as cores dos NOSSOS rios e mares, é a cor do NOSSO céu. Uma duvida: só o NOSSO mar e NOSSO céu são azuis? Aliás, há tempos que eles não são tão azuis. E outra, o que é que o “Z” tá fazendo no lugar do “L”, ou será que eu aprendi errado e o nome certo é “azuz”? Usaram também a desculpa que é a cor da carapaça do tatu. Pois bem, se o caminho para achar um nome é a cor, o infeliz deveria ser chamado de “Azuamavermarbran” (azul – amarelo – verde – marrom – branco).
Pois bem, diante dessas considerações, resolvi dar minha sugestão de nome: CU.
E nem adianta aparecer os “politicamente corretos” dizendo que sugeri um palavrão, pois é mentira. O CU palavrão leva pau... aquele pauzinho em cima do “u”, o tal do acento agudo, e o meu CU não.
E mesmo que fosse o CU do palavrão teriam duas desculpas: ele também é redondo feito a bola e remete a algo considerado preferência nacional. Mas não é esse o caso.
Com relação à montagem do nome, tão defendida pela FIFA, CU é a união de “coração” e “união”, ou seja, a união dos corações, a paz que deve prevalecer em um evento dessa importância. Se for levar pelo lado das cores, temos o “C” de couro (tom da pele do mascote) e “U” de urucum (o vermelho da língua do mascote)...couro e urucum são cores, pesquisei na Wikipédia. E é claro, se a defesa for ecológica, CU é o símbolo do elemento químico Cobre, que pode ser reciclado várias vezes sem perder suas características, e reciclagem é algo 100% ecológico.
Com relação a pronuncia universal, que a FIFA tanto se preocupou, afirmo que coloquei os três nomes sugeridos no tradutor do Google e pedi o áudio em várias línguas. Em cada uma falaram de uma maneira... agora, CU é CU em qualquer língua.
Ou seja, existem inúmeras desculpas pra se usar o CU. Cada um escolhe a sua.
Fica no ar minha sugestão. E como aqui é o país do samba e do futebol, caso acatem minha ideia, teremos mais uma festa nacional onde as TV´s darão close no CU sambando e nós estaremos em nossos lares, esperando mais uma atuação da seleção do CU que entrará  em campo pra nos representar. E o planeta terá um mascote não só nosso, mas universal, assim como o torneio, ou seja, pessoas de todo o mundo virão ao Brasil e conhecerão o CU do mundo.

Brum
Pós-texto: Após mostrar o texto para alguns amigos, foi notado um erro: CU é uma oxítona terminada em "u" e portanto não se acentua, ou seja, CU sem acento é um palavrão. Então, pra não bater de frente com a moral e os bons costumes, coloquemos o pauzinho no CU do mascote.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...