terça-feira, 16 de abril de 2013

Cinco quadrinhos que mudaram minha vida

Por Sasquatch Cavalera
Convidado por Eneas Ribeiro, cá estou pra formular o meu Top 5 de quadrinhos que mudaram a minha vida. Foi um texto extremamente difícil de redigir. Fiquei um bom tempo cortando meus pré-selecionados... de uma lista de proibitivos 23(!!!)...
Depois de muito pensar, cheguei a uma seleção digna, de histórias que trazem lembranças de minha iniciação e de como comecei a verdadeiramente eleger as HQs como meu hobby favorito. Sem muitas delongas, vamos aos eleitos:
5 – Watchmen 












É impossível não colocar Watchmen em uma lista de quadrinhos que mudaram a vida. Essa história estará sempre em qualquer lista de melhores; é de um merecimento absurdo. Seus 12 volumes merecem estar em qualquer gibiteca que se preze. Lembro exatamente do dia em que terminei de ler a saga. Joguei a HQ no outro lado do quarto e dizia a mim mesmo que não era possível... Os quadrinhos entravam em um novo patamar, não só de roteiros , mas também na sensacional arte, que fluía de uma maneira toda nova. Biblioteca básica de todo amante de HQs.

Publicada em Watchmen # 1 Novembro de 1988
Roteiro: Alan Moore
Arte: Dave Gibbons

4- Herói 


Sempre fui fã de John Byrne. Desde que bati os olhos em sua arte, fui fisgado. Sua narrativa é rápida e seu apreço pelo background dos personagens me cativa. E uma de suas historias que eu sempre mantenho com carinho na mente é Heroi. Nela vemos um garoto que é fã do Tocha Humana. Vemos sua vida triste, com pais ausentes e os problemas que tinha na escola, e ele usa como escapismo sua adoração a Johnny Storm. Chega a um nível que ao tentar se igualar ao ídolo, se encharca de combustível e ateia fogo. As conseqüências dessa manobra desesperada e como ela repercute ao membro do Quarteto são de uma profundidade ímpar. Fácil, uma das melhores historias que já li e por isso ela esta entre as escolhidas;
Publicada em Superaventuras Marvel # 104. Fevereiro de 1991
Roteiro e desenhos : John Byrne

3 – Mai - A garota sensitiva



 Foi a minha primeira experiência com mangá. Acredito que outros tenham sido publicados antes, mas, dessa forma - história fechada, bom acabamento e quinzenalmente - , deve ter sido um dos primeiros. A garota que perde o pai e começa a sentir que possui poderes especiais me conquistou. Os desenhos eram surpreendentes, arte detalhada e bem feita.. eu, acostumado com os quadrinhos americanos, estranhei tamanha qualidade. E os demais atrativos (encadernação, preço e periodicidade) me levaram para o lado nipônico da Força. 

Ficamos anos a fio sem ter nada de realmente interessante dos quadrinhos japoneses publicados por aqui, mas felizmente isso mudou e temos hoje em dia uma boa oferta de títulos. Mai esta na lista por ser o pioneiro na minha vida de leitor.
Roteiro: Kazuya Kudo
Arte: Ryoichi Ikegami


2- Maré Alta 


Não poderia deixar de fora meu herói favorito: o Homem-Aranha. Eu poderia listar dezenas de historias do amigo da vizinhança, mas essa é uma das que eu mais mantenho na mente. Li ela na época que saiu, e estava em uma fase de ler o maximo de quadrinhos possível. Trocava, comprava, emprestava, tinha é que ter sempre algo pra ler. E nessas essa historia caiu em minhas mãos. Wolverine e Homem-Aranha na Alemanha ainda dividida pelo muro em uma trama de espionagem, com momentos de suspense, humor e um final surpreendente. Gostaria muito de vê-la republicada para que as novas gerações leiam essa pérola esquecida.
Publicada em Homem Aranha # 94 Abril de 1991
Roteiro: Christopher Priest
Arte: Mark D. Bright

1 – Dias de um futuro esquecido




Como disse, sou grande fã de John Byrne, e é inegável que sua parceria com Chris Claremont é uma das mais icônicas dos quadrinhos. A história mostrando os X-men em um futuro apocalíptico e como isso poderia ou não acontecer merece estar em primeiro. Provavelmente, a saga que eu mais reli na vida. Sempre que quero me lembrar dos meus tempos de guri, pego ela e releio, e automaticamente me transporto para o final dos anos 80, quando comecei a verdadeiramente acompanhar e colecionar quadrinhos. História magistral altamente recomendada.
Publicada em Superaventuras Marvel # 45 março de 1986
Roteiro: Chris Claremont
Arte: John Byrne.



Essas são as historias que mudaram minha vida de nerd. Eu tenho que citar outras que também merecem figurar aqui: Demolidor - A queda de Murdock, Super Homem: O homem de aço, Batman – O Cavaleiro das Trevas, Samurai X, Homem-Aranha – A ultima caçada de Kraven, Hulk – Futuro Imperfeito, Fantasma – o espírito que anda, Capitão América
– a morte do sonho, Wolverine – Old Man Logan, Guerra Civil, Surpreendentes X-men, Demolidor – Redenção...
Recomendo!

Sasquash Cavalera
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...