domingo, 8 de julho de 2012

Minissérie argentina sobre Oesterheld

Por Milena Azevedo - GHQ

O roteirista Héctor Germán Oesterheld segue até hoje como um dos mais aclamados mestres do quadrinho argentino.
Perseguido pela ditadura, foi assassinado e teve sua família quase toda exterminada (hoje só estão vivos sua ex-esposa e seu neto). Deixou obras belíssimas, como o clássico O Eternauta, criou personagens icônicos, como Ernie Pike, o Sargento Kirk e Mort Cinder, e também escreveu livros infantis.
No final de junho começaram as filmagens de uma minissérie de 13 partes, para uma TV por assinatura argentina, sobre a vida de Oesterheld, intitulada Germán, últimas viñetas.
O roteiro foi escrito por Luciano Saracino (roteirista de quadrinhos), e a direção será dividida entre Cristian Mariano Bernard, Flavio Cesar Nardini e Fderico Sosa.
A minissérie vai mesclar documentário, fantasia, drama e comédia de costumes, com as ações acontecendo praticamente no espaço da editora Columba ou no bar aonde os autores iam após o expediente, tomando como base relatos do próprio Oesterheld e entrevistas feitas a amigos e colegas de trabalho. O autor ainda é levado a dialogar com seus personagens e é perseguido por uns tais “Olhos de Chumbo” (que nunca fica claro se existem ou são apenas um pesadelo seu).
Segundo o site da produtora 16:9 Cine, o foco da minissérie será sobre a tumultuada relação entre Oesterheld e a editora Columba, deixando de lado o drama pessoal do autor e sua família:
“Oesterheld era um intelectual absolutamente comprometido com seu tempo, que costumava brincar com as injunções e metáforas em suas histórias. A Columba, entretanto, foi uma editora que simpatizava com os interesses militares e religiosos do poder dominante.”
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...