domingo, 19 de janeiro de 2014

Boobage: quadrinhos para quem tem peitos… pequenos, mas ainda assim, peitos!

boobageBoobage: segundo o Urban Dictionary é quando os seios pulam para cima ou para baixo, ou simplesmente “a presença notável de seios”. Esse foi o nome escolhido pela roteirista e ilustradora Monica Gallagher para um pequeno trabalho autobiográfico que conta de uma forma bem pessoal e com pitadas de humor a sua história e seus anseios relacionados ao tamanho de seu sutiã.
Com diversas referências a filmes e atrizes de sua época, a artista conta um pouco de suas noias e aparentes traumas relacionados ao tamanho de seus seios, um deles sendo o fato de catalogar garotas na rua pelo tamanho do sutiã que usariam. 
Monica consegue fazer com que você se aproxime de seus sentimentos de adolescência, além de esclarecer alguns dos mitos que acabam aparecendo nesta época — todos, é claro, relacionados ao tamanho dos peitos. A história consegue, de uma forma não forçada, fazer com que se tenha pensamentos mais interessantes, mas muito além da coisa do “as pessoas são diferentes, temos que nos aceitar do jeito que somos”. Monica consegue fazer com que seus leitores sejam realistas e trabalhem suas questões de uma forma diferente.

Boobage possui 23 páginas escritas e desenhadas por Monica Gallagher. A artista possui um estilo muito bacana e nessa história usa somente três cores: o preto, o branco e variações de claro e escuro de uma terceira cor, dando aos quadrinhos uma surreal sensação de uma história antiga sendo contada.
A HQ está disponível no ComiXology por $2,99 e é um perfeito presente para jovens garotas que tão nessa de peitos crescendo… Ou não. 
Sobre a artista
Monica Gallagher é uma escritora e ilustradora de quadrinhos que trabalha como designer desde 2002. Ela auto-publica muitas mini-HQs e livros, e sua primeira graphic novel, Glitter Kiss, foi escrita por Adrianne Ambrose e publicada por Oni Press em dezembro de 2012. Mais sobre ela tem lá no seu site oficial.
Ta aí a fófis e seu "small boob", como ela mesmo costuma se referir, que nem justifica tanto trauma. Rsrsrsrs
Ta aí a fófis e seu “small boob”, como ela mesmo costuma se referir, que nem justifica tanto trauma. Rsrsrsrs
Via Judão
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...