terça-feira, 11 de março de 2014

Fanzines na Feira Plana

Mesa das editoras Lote 42 e Casa Timotheo ficará diante do auditório do MIS
O estande Lote 42/Casa Thimotheo na Feira Plana, evento que reúne editoras independentes no MIS (Museu da Imagem e do Som) nos dias 8 e 9, será marcado pela estreia de dois zines: Trilhos Urbanos, com projeto gráfico que faz a publicação virar um pôster, e Kimland, com histórias da Coreia do Norte, o país mais fechado do mundo.

Trilhos Urbanos reúne textos e artes dos autores do blog homônimo. “Testaremos um novo formato que explora o impresso sem perder o espírito de baixo custo característico de publicações desse gênero”, diz João Varella, co-fundador da Lote 42 e do site Trilhos Urbanos. O tema do zine, Primeira vez em São Paulo, foi abordado em textos e desenhos.
O projeto gráfico da designer Thaís Rodrigues se vale de apenas de uma página A3, que vem dobrada no tamanho de 10,5 x 15 cm. Conforme abre a publicação, o leitor descobre os textos. Ao estirar o zine por completo, uma surpresa: o pôster do ilustrador e jornalista curitibano FP Rodrigues. Trilhos Urbanos será vendido com desconto dos R$ 3,20 do preço de capa por R$ 3.
Acostumados a escrever posts sem se preocupar com a extensão, os autores tiveram que se limitar a no máximo 1.000 caracteres. Além de Varella, o zine traz textos de Cecilia Arbolave, Frederico Costa, Frederico Franz, Laíssa Barros e Paula Ignacio. Todos moram em São Paulo, porém apenas Paula é paulistana.
Kimland é o novo fanzine da jornalista e escritora Juliana Cunha, com fotos e textos da Coreia do Norte. Ao contrário dos turistas convencionais, que não podem colocar o pé para fora do hotel sem a companhia de guias do governo, ela ficou hospeda na Embaixada do Brasil e teve a oportunidade de conhecer com certa autonomia o país mais fechado do mundo.
A publicação tem projeto gráfico e ilustrações da designer Mariana Newlands. Além de um pouco da história e da realidade norte-coreana atual para que o leitor se familiarize com o tema, tem fotos e textos com impressões pessoais da autora durante sua viagem a Pyongyang, em 2013. Luciana Lima e Flávia Stefani cuidaram da revisão e da edição dos textos.
“Kimland” tem versões em português e inglês e será vendido por R$ 30.
O visitante poderá adquirir todos os livros da editora Lote 42. A mesa da estará localizada no foyer do auditório do museu. A editora vem se destacando por lançar obras que dialogam com a internet.
O catálogo foi inaugurado com o Já Matei por Menos, coletânea de textos do blog homônimo da jornalista Juliana Cunha. Depois, foi a vez das tirinhas O Pintinho, de Alexandra Moraes, um dos comics mais populares da web brasileira, darem origem a um livro de bolso com acabamento de luxo. O terceiro título foi o livro ilustrado Manual de Sobrevivência dos Tímidos, trabalho inédito do quadrinista Bruno Maron, do blog Dinâmica de Bruto. E a estreia da editora na ficção ficou por conta de Seu Azul, de Gustavo Piqueira, cuja trama gira em torno de discussões sobre notícias de internet. No final de março, a Lote 42 lançará O Pintinho 2, desta vez com tiras inéditas.

Feira Plana

sábado 8 e domingo 9 de março, de 12h a 20h
Museu da Imagem e do Som
Avenida Europa, 158 – Jardim Europa
São Paulo – SP

Via Impulso HQ
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...