sábado, 8 de março de 2014

Robocop ‘bauruense’

Editora local lança HQs com aventuras do “policial do futuro” que, no cinema, já tem sua história contada por brasileiro

O policial ciborgue Alex Murphy vive em Detroit, onde garante a manutenção da lei e da ordem nas ruas e é mais conhecido como Robocop. Filme clássico dos anos 80, Robocop foi reeditado neste ano com o longa-metragem dirigido pelo brasileiro José Padilha, que estreou mês passado. Porém, além de “brazuca”, Robocop agora se torna um pouco bauruense também. Como?
 
A editora baruerense Alto Astral publica agora uma série de histórias em quadrinhos (HQs) do “policial do futuro”.
 
Lançadas originalmente nos Estados Unidos pela BOOM! Studios, as HQs apresentam o novo visual de Robocop e trazem como temática diferentes dilemas enfrentados pelo policial. Robocop é a primeira experiência da editora bauruense no segmento das histórias em quadrinhos voltadas para o público adulto jovem, explica Gustavo Cândido, editor executivo da Alto Astral.
 
“Já lançamos quadrinhos de Barbie, A Era do Gelo e de alguns filmes da Disney, como Valente e Procurando Nemo. Mas foram lançamentos pontuais e voltados para o público infantil. A série Robocop marca a estreia do selo Astral Comics que, por sua vez, significa a nossa entrada oficial no segmento e também a inclusão do público adulto jovem como nosso alvo”, aponta Cândido. 
 
“Como também estamos lançando atualmente os quadrinhos do personagem Sonic, agora temos HQs para crianças e jovens adultos”, acrescenta.
 
de Olho nos fãs
 
Com o retorno do personagem, o lançamento da Alto Astral tem como foco, além dos entusiastas por quadrinhos, os fãs do novo filme e também do original, dirigido por Paul Verhoeven, de 1987. 
 
“A expectativa é atingir não só o público que já consome HQs, mas também os fãs do filme que está sendo lançado e aqueles que se lembram do Robocop dos anos 80, que hoje é um clássico. As chances são boas, o material é novo e de qualidade incontestável. Estamos otimistas, sim”, comenta Cândido.
 
A série de HQs é composta por quatro edições independentes, baseadas na história do filme Robocop. A ordem de lançamento é: Robocop – Homem e máquina, no dia 7 de março; Robocop – Viver e morrer em Detroit, dia 17 de março; Robocop – Lembranças da morte, dia 31 de março; e Robocop – Beta, no dia 14 de abril. Cada edição terá 24 páginas e custará R$ 5,90.
 
Hellraiser, mangás e parcerias
 
As aventuras de Alex Murphy são o segundo lançamento da Alto Astral em parceria com a BOOM! Studios, um dos principais estúdios de produção de quadrinhos dos Estados Unidos. 
 
“Já havíamos trabalhado com eles na publicação de histórias de ‘A Era do Gelo’, no ano passado”, relata Gustavo Cândido, editor executivo da Alto Astral.
 
E a editora bauruense prepara novidades. “Com Robocop ampliamos nossa parceria, que continuará com a publicação de outros títulos, entre eles Hellraiser”, projeta Cândido, citando um clássico de horror dos anos 80. 
 
O editor executivo afirma que estes lançamentos devem ocorrer ainda em 2014. 
 
“Faremos apostas também no segmento de mangás, uma variação japonesa dentro deste universo que têm contextos bem particulares”, revela.
 
  • Serviço
 
Além das bancas, as revistas do Robocop são encontradas na loja virtual da Editora Alto Astral: http://loja.editoraastral.com.br.
Via JCNET
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...